COMUNICAÇÃO

Direito de resposta: Andréa Neves vence a Veja na 1ª instância

andrea-neves-revista-veja
Andre Neves processou a revista Veja e pediu direito de resposta (Imagem: Divulgação)

Juiz da 1ª Vara Cível do Foro Regional de Pinheiros (SP), Paulo Henrique Ribeiro Garcia deu à jornalista Andrea Neves o direito de resposta na revista Veja, marca do Grupo Abril. Irmã do senador Aécio Neves, a comunicadora ajuizou o pedido alegando que em abril de 2017, na edição 2524, o impresso divulgou que o ex-executivo da Odebrecht, Benedito Junior, teria afirmado em delação premiada que a empresa depositou propina para Aécio Neves por meio de conta em Nova York operada pela comunicadora. Andrea, porém, nega a versão e, assim, pediu que pudesse se manifestar no mesmo espaço dado ao texto jornalístico. A decisão é de primeira instância e cabe recurso.

Reportagem de capa da Veja faz irmã de Aécio Neves chorar em vídeo

Segundo informações do site Consultor Jurídico, o escritório Affonso Ferreira Advogados, que representa a jornalista, pediu no processo que a resposta fosse publicada “com o mesmo destaque, publicidade e dimensão” no mesmo espaço da revista Veja e seu site, incluindo a divulgação do texto de capa. Na decisão, o juiz julgou o pedido procedente, mas determinou que a revista Veja deve divulgar na capa a seguinte chamada: “Direito de resposta de Andrea Neves quanto ao erro da reportagem das edições nºs 2.524 e 2.525: Ex-Executivo da Odebrecht não afirmou que a empresa havia depositado recurso em Nova York em conta operada por Andrea Neves”. Além disso, o juiz determinou que o direito de resposta deve acontecer no máximo em 10 dias a partir da intimidação da sentença sob pena de multa diária de R$ 50 mil.

A reportagem do Portal Comunique-se entrou em contato com o Grupo Abril para falar sobre o assunto, mas a empresa afirmou que não vai se manifestar. Na reportagem do Conjur, entretanto, a Abril respondeu que “como a íntegra da delação ainda é sigilosa, não se pode garantir que a informação publicada está errada. Disse ser notório que Andrea foi operadora dos recursos financeiros do irmão e responde a inquérito no Supremo Tribunal Federal. Ainda de acordo com a editora, a acusação é um ‘dado secundário’ da reportagem, e a versão da jornalista foi publicada no próprio texto”.

A reportagem tentou contato com os advogados de Andrea Neves, mas não teve retorno.

Leia mais

 

SOBRE O AUTOR

Redação Comunique-se

Redação Comunique-se

Equipe responsável pela produção de conteúdo do Portal Comunique-se. Atualmente, a redação é composta pelo editor Anderson Scardoelli e a repórter sênior Nathália Carvalho.

1 COMENTÁRIO

COMENTAR