Portal Comunique-se

Eliminado, Corinthians é motivo de chacota na imprensa paraguaia

banner - aniversário - comunique-se (1)

Time brasileiro foi eliminado da Taça Libertadores mesmo vencendo o Guaraní

Ao menos dois jornais do Paraguai brincaram com a desclassificação do Corinthians

A Taça Libertadores da América de 2020 não será palco para acirrar a rivalidade entre Palmeiras e Corinthians. Isso porque o Timão foi eliminado da principal competição de futebol da América do Sul antes mesmo de chegar à fase de grupos. O alvinegro venceu o Guaraní do Paraguai por 2 a 1 na noite de quarta-feira, 12. Apesar da vitória, o clube brasileiro foi desclassificado e acabou virando motivo de chacota na imprensa do país vizinho.

Leia mais:

Reportagem publicada no início desta madrugada no site da ESPN Brasil revelou que o Corinthians pautou — de forma lúdica — ao menos dois jornais paraguaios. O Último Hora avisou que o time local se agigantou em plena Arena Corinthians. “O Guaraní voltou a se agigantar em terras brasileiras”. A publicação aproveitou para lembrar que a equipe paraguaia já tinha histórico de superar o adversário brasileiro. “O mesmo rival que eliminou na histórica campanha de 2015, quando alcançou as semifinais [da Libertadores]”.

ABC Color

“Paternidade lendária” foi a manchete escolhida pelo ABC Color para estampar a notícia em seu site. A afirmação tem a ver com a cultura esportiva em países de língua espanhola. O que no Brasil é definido como comerciante e freguês, transforma-se em relação de papai (vencedor) e filho (derrotado). O veículo da imprensa paraguaia também destacou que, depois de cinco anos, o Corinthians voltou a ser eliminado da Taça Libertadores pelo mesmo Guaraní.

“De quatro partidas entre ambos, são três vitórias do Guaraní. Em duas séries de ida e volta, são duas classificações paraguaias”, pontuou a reportagem do ABC Color. “[O goleiro] Servio foi a grande figura com defesas monumentais, que materializaram uma nova façanha dos Aborígenes, que agora tem como ‘filho’ o gigante brasileiro”, afirmou, em outro trecho da matéria, o site do jornal paraguaio — ajudando a transformar o Corinthians em pauta internacional mesmo eliminado da Libertadores.

Time subestimado

Por fim, o ABC Color relembrou que, antes de virar chacota entre jornais do Paraguai, um ex-dirigente do Corinthians chegou a tirar sarro do Guaraní. Em 2015, ao ser informado que o alvinegro enfrentaria o time paraguaio no mata-mata da Libertadores, Sergio Janikian, então no primeiro escalão do futebol corintiano, deu “graças a Deus” pelo confronto. Dando ou não graças a Deus por mais um trunfo da equipe local, o ABC Color voltou a divulgar o vídeo com a declaração que foi originalmente registrada pelo Fox Sports Brasil.

Compartilhe
0
0

Anderson Scardoelli

Jornalista, 31 anos. Natural de São Caetano do Sul (SP) e criado em Sapopemba, distrito da zona lesta da capital paulista. Formado em jornalismo pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e com especialização em jornalismo digital pela ESPM. Trabalhou de forma ininterrupta no Grupo Comunique-se durante 11 anos, período em que foi de estagiário de pesquisa a editor sênior. Em maio de 2020, deixou a empresa para ser repórter do site da Revista Oeste. Após dez meses fora, voltou ao Comunique-se como editor-chefe, cargo que ocupa atualmente.

banner-portal-cse-semana-do-cliente-dino (1)

Papo de Redação

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro



Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata



Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata