Portal Comunique-se

Ex-apresentadores acionam a Justiça do Trabalho contra SBT e Globo

clipping-curadoria-2

Rachel Sheherazade e Ivan Moré processam seus antigos empregadores

Dois apresentadores de televisão estão movendo processos por direitos trabalhistas contra seus antigos empregadores. Enquanto Rachel Sheherazade acionou a Justiça do Trabalho contra o SBT, Ivan Moré adotou medida similar contra a Rede Globo.

Leia mais:

Âncora titular do ‘SBT Brasil’, de 2011 a 2020, Rachel Sheherazade luta no Poder Judiciário para ter reconhecido o vínculo empregatício com a emissora controlada por Silvio Santos. A ação da jornalista contra o canal tramita na 3ª Vara do Trabalho de Osasco (SP). Contratada como pessoa jurídica (PJ) durante todo o período, a comunicadora busca receber direitos como férias, décimo terceiro salário e FGTS.

“É a famosa fraude trabalhista, [a] pejotização”

No processo contra o SBT, a apresentadora é representada pelo advogado André Froes de Aguilar. Ao site Na Telinha, ele reclama da postura adotada pela emissora em relação à cliente dele. “Iremos aguardar a regular tramitação da ação”, afirmou o advogado ao demonstrar cautela sobre o caso. “É a famosa fraude trabalhista, [a] pejotização”, lamentou.

Até o momento, o SBT não se pronunciou a respeito do processo movido por Rachel Sheherazade.

rachel sheherazade - sbt brasil
Rachel Sheherazade em momento no estúdio do ‘SBT Brasil’ | Imagem: Divulgação/SBT

Ivan Moré X Rede Globo

A razão que fez Rachel Sheherazade buscar a Justiça do Trabalho contra o SBT é a mesma em relação a Ivan Moré e Rede Globo de Televisão. Titular da versão paulista do ‘Globo Esporte’ de 2015 a 2019, o jornalista também recorreu ao poder Judiciário a fim de comprovar vínculo empregatício com o canal.

Assim como a colega que passou pelo Sistema Brasileiro de Televisão, Moré atuava como global em modelo de PJ. Vindo de afiliada do interior paulista, o jornalista trabalhou como repórter — e posteriormente — apresentador. Agora, conforme destaca o colunista Gabriel Vaquer no UOL, ele alega que não era mero prestador de serviços, o que legalmente caracteriza o PJ. Afirma, por exemplo, que tinha de trabalhar como mero subordinado, tendo de cumprir horários, escalas e ordens vindas da chefia.

Publicamente, Ivan Moré prefere não comentar o processo contra seu antigo empregador na televisão. A Rede Globo, por sua vez, já externou em outros casos que, por política interna, não se manifesta a respeito de ações que correm na Justiça.

ivan moré - globo esporte
Ivan Moré apresentou o ‘Globo Esporte – SP’ durante anos | Imagem: Reprodução/Rede Globo de Televisão
Compartilhe
0
0

Anderson Scardoelli

Jornalista, 32 anos. Natural de São Caetano do Sul (SP) e criado em Sapopemba, distrito da zona lesta da capital paulista. Formado em jornalismo pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e com especialização em jornalismo digital pela ESPM. Trabalhou de forma ininterrupta no Grupo Comunique-se durante 11 anos, período em que foi de estagiário de pesquisa a editor sênior. Em maio de 2020, deixou a empresa para ser repórter do site da Revista Oeste. Após dez meses fora, voltou ao Comunique-se como editor-chefe, cargo que ocupa atualmente.

Megalive do Prêmio Comunique-se 2021

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro



Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata



Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata