ESPECIAIS

“Faltou tempo para que eu pudesse me despedir”, lamenta Fernando Rocha sobre demissão da Globo

fernando rocha - 'bem estar' - rede globo
Fernando Rocha em uma edição do 'Bem Estar'. Jornalista foi demitido da Rede Globo (Imagem: reprodução)

Visivelmente emocionado, jornalista usa perfil no Instagram para comentar saída da emissora. Fernando Rocha estava havia oito anos na apresentação do ‘Bem Estar’, atração que tem preocupado a Rede Globo no quesito audiência

Confirmado. O jornalista Fernando Rocha não é mais funcionário da Rede Globo de Televisão. Apresentador do ‘Bem Estar’ desde a estreia do programa, em 2011, ele já ficou de fora da edição levada ao ar na manhã desta quarta-feira, 27. A atração foi conduzida somente por Mariana Ferrão. Horas depois do Notícias da TV e outros sites repercutirem a informação, o próprio comunicador se posicionou. Emocionado com a situação, falou em seguir novos rumos na vida e na carreira.

Fernando Rocha usou o Instagram para conversar diretamente com o público que acompanha o seu trabalho. O jornalista lamentou o fato de não poder se despedir no ar dos telespectadores. “Vocês devem ter percebido. Faltou tempo para que eu pudesse me despedir de vocês. Faltou tempo para um tanto de coisa”, disse em vídeo divulgado nesta tarde. Com a voz embargada, o agora ex-apresentador do ‘Bem Estar’ prosseguiu. “A vida é assim. Aperta, esquenta, esfria. E o que ela quer da gente é coragem”.

Você sabia? Fernando Rocha estava no comando do ‘Bem Estar’ desde a estreia do programa, em 21 de fevereiro de 2011

O comunicador usou a rede social para negar que a saída da Rede Globo se deu por causa de suposto pedido de aumento salarial. A questão chegou a ser apontada por alguns veículos de mídia. O profissional sinalizou, porém, que o fim do ciclo de parceria com o canal de TV tem a ver com o seu jeito em frente às câmeras. Em outro vídeo publicado no Instagram, o jornalista afirmou que certas coisas mudaram ultimamente. Citou, por exemplo, que não estrelava mais momentos de “tremeliques” no programa. Indicou, com isso, que recebeu ordens para maneirar em seu jeito despojado e informal.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Um breve recado! A caminhada não foi em vão! A vida é todo dia e o que ela quer da gente é coragem! (e um pouco de trimilique também).

Uma publicação compartilhada por Fernando Rocha (@fernandorocha11) em

Apresentador e “memeiro”

Além de conduzir diariamente o ‘Bem Estar’, Fernando Rocha vinha ganhando outra função — mesmo que de forma involuntária — nas redes sociais. A postura, frases e danças protagonizadas pelo apresentador vinham se tornando verdadeiros memes que viralizavam na internet. Foi o caso de quando analisou de forma comovente a separação da clara e da gema (e que se reencontrariam dentro do bolo). Também agitou a web quando, ao lado de Dony de Nucio, provou um pedaço de doce. Resultado? Apresentou ao público o até hoje famoso “tremelique pudim”.

Além do ‘Bem Estar’

Mineiro de Belo Horizonte, Fernando Rocha tem 52 anos e pertencia ao quadro de colaboradores da Rede Globo desde o início da década de 1990. Vindo da Rede Minas e Band Minas, passou primeiramente pela filial da emissora em seu estado natal. Inicialmente, fez reportagens mais descontraídas. Com o tempo, ficou encarregado de pautas mais densas sobre o dia a dia da capital mineira e região. “Só perrengue, de sol a sol. Mas ali aconteceu a minha formação como jornalista de fato. Um belo dia, eu entrei no esporte, que era o que eu queria”, diz, conforme indica o site Memória Globo.

Ainda como repórter, passou a focar na editoria de esportes em 1997. Permaneceu na filial mineira da Globo por mais dois anos. Depois, foi para Pernambuco, reforçando a equipe do jornalismo esportivo da Globo Nordeste. Apresentou o ‘Globo Esporte’ local e produziu matérias, com algumas sendo emplacadas até no ‘Jornal Nacional’. Em 2003, mais uma mudança. Fernando Rocha rumou para São Paulo. Foi alocado no departamento esportivo, para mais tarde cobrir pautas gerais. Acompanhou o acidente com avião da TAM em 2007, entrando ao vivo no ‘JN’ e no ‘Jornal da Globo’. Em 2011, trocou as ruas pelo estúdio, tornando-se apresentador do ‘Bem Estar’.

Você sabia? Antes do ‘Bem Estar’, Fernando Rocha foi repórter de três praças da Rede Globo: Minas Gerais, Nordeste (Pernambuco) e São Paulo

Do período em que esteve à frente do ‘Bem Estar’, Fernando Rocha foi ganhando espaço em produções de entretenimento. Participou da temporada 2015 do ‘Dança dos Famosos’, no ‘Domingão do Faustão’. Foi personagem do projeto em que mostrou aos telespectadores sua luta para emagrecer. Em dois meses, perdeu 18 quilos, graças à reeducação alimentar e prática de exercícios. Disso surgiu a ideia de produzir um livro. Nasceu assim o Na Medida Do Possível (ou Quase), que chegou ao mercado em 2018 por meio do selo Best Seller, do Grupo Editorial Record.

Futuro pós-Rede Globo

Fora do ‘Bem Estar’ e da TV Globo, Fernando Rocha já começa a planejar o seu futuro profissional. Em vídeo, ele avisa que espera ir para algum lugar que aceite os seus “tremeliques”. Por outro lado, sem a exclusividade e restrições impostas pela direção da Rede Globo a seus contratados do jornalismo, fala em ações para além do departamento de notícias. “O programa ‘Bem Estar’ passou por uma reformulação e me abriu novas oportunidades em outros núcleos e para meus projetos pessoais, campanhas publicitárias e palestras”, afirma o jornalista.

Programa em baixa na Globo

Com ou sem Fernando Rocha, o fato é que o ‘Bem Estar’ vem sendo um problema para a Rede Globo, principalmente para afiliadas fora do eixo Rio-São Paulo. Enquanto o comando da emissora não se posiciona sobre o fim (ou não) do programa, parceiros se organizam para tirá-lo de suas grades locais. É o que recentemente a Rede Bahia fez. Desde a semana passada, a atração voltada a assuntos sobre saúde e estilo de vida deixou de fazer parte da programação do canal, que colocou um telejornal no lugar.

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!

COMENTAR

COMENTAR