COMUNICAÇÃO

Helicóptero estava regular, mas não poderia levar passageiros

helicoptero - boechat
Acidente vitimou fatalmente o piloto Ricardo Catrucci e o jornalista Ricardo Boechat (Imagem: reprodução/IstoÉ)

Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informa sobre a situação do helicóptero que caiu em São Paulo. Aeronave levava Ricardo Boechat de Campinas à capital paulista. O jornalista e o piloto Ricardo Quatrucci morreram no acidente

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou, por meio de nota, que o helicóptero que transportava o jornalista Ricardo Boechat se encontrava em situação regular junto a agência reguladora. A aeronave caiu, no início da tarde de segunda, 11, em um dos acessos da Rodovia Anhanguera, que liga a capital paulista ao interior. A queda vitimou Boechat e também o piloto da aeronave, Ronaldo Quatrucci.

De acordo com a Anac, dados do Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB) mostram que o helicóptero estava com o Certificado de Aeronavegabilidade (CA) válido até maio de 2023 e a Inspeção Anual de Manutenção (IAM) em dia até maio de 2019. Ou seja, a aeronave estava em situação regular.

Modelo

O helicóptero acidentado é um modelo monomotor com capacidade máxima de quatro passageiros mais a tripulação, da fabricante Bell Helicopter. A aeronave, de matrícula PT-HPG, era de propriedade da RQ Servicos Aereos Especializados Ltda.

A Anac disse que informações oficias da Aeronáutica confirmam que as licenças e habilitações de Quatrucci, de piloto comercial de helicóptero (PCH), estavam válidas.

“As investigações sobre as causas do acidente estão sendo conduzidas pelo Quarto Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa IV), órgão regional do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), do Comando da Aeronáutica”, disse a Anac.

Regular, mas…

O helicóptero que caiu com o piloto Ricardo Quatrucci e o jornalista Ricardo Boechat não tinha permissão para operar como táxi aéreo. Por oferecer esse serviço — de viagens comerciais e realizar os chamados voos panorâmicos –, a RQ Servicos Aereos Especializados Ltda chegou a ser multada pelas autoridades competentes. Vítima fatal, Quatrucci era um dos sócios da empresa aérea.

Jornalismo sem Boechat:

***** ***** ***** ***** *****

Reportagem: Luciano Nascimento
Edição: Fernando Fraga – com informações do Portal Comunique-se

SOBRE O AUTOR

Agência Brasil

Agência Brasil

Agência pública de notícias criada em 1989, logo após a incorporação da Empresa Brasileira de Notícias (EBN) pela extinta Empresa Brasileira de Comunicação (Radiobras). Em 2007, com a criação da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), que incorporou a Radiobras, passou a integrar o sistema público de comunicação.

COMENTAR

COMENTAR

Prêmio Comunique-se