COMUNICAÇÃO

Infectado e em quarentena, Nizan Guanaes se torna colaborador do UOL

publicitário nizan guanaes - em quarentena por causa do coronavírus e colaborando com o UOL
Nizan Guanaes: textos para o UOL enquanto se trata do coronavírus. (Imagem: reprodução/A Tarde)

Empresário e publicitário usa o portal de notícias para avisar que está em tratamento contra o novo coronavírus

UOL destaca que Nizan Guanaes, sócio-fundador do Grupo ABC, para a produzir artigos direto da quarentena

Em meio à cobertura que tem feito sobre os impactos do novo coronavírus no Brasil e em todo o mundo, o UOL ganha mais um colaborador. Infectado pela Covid-19, o publicitário Nizan Guanaes, dono do Grupo ABC, passa a escrever para o portal de notícias mantido pelo Grupo Folha. Direto da quarentena, como anuncia o veículo online, ele produzirá textos diários. Produção que teve início na quinta-feira, 19.

Leia mais:

O primeiro texto do publicitário e empresário serviu para avisar que o teste feito deu positivo para a Covid-19. Fato que foi repercutido por outros órgãos de imprensa ao decorrer das últimas horas. “Eu estou infectado”, anunciou Nizan Guanaes no UOL. “Podia estar debaixo da cama. Estou aqui dividindo a minha experiência com vocês”, prosseguiu. Aos 61 anos, ele pertence ao grupo de risco em relação ao coronavírus, conforme pontua a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Direto da quarentena, Nizan Guanaes reforça que luta contra o coronavírus em plena época de quaresma, período que faz parte do calendário da Igreja Católica. Empresário bem sucedido financeiramente e publicitário premiado, o mais novo colaborador do UOL clama: fique em casa. Avisa que sente pelo momento, afinal precisa manter seus negócios em pé, mas que nada é mais necessário agora do que cuidar da saúde. Coloca-se, ainda, como privilegiado ao questionar como será a Covid-19 em favelas brasileiras.

Leia aqui a íntegra do 1º artigo

No segundo texto publicado em dois dias no UOL, Nizan Guanaes anuncia que o artigo, apesar de escrito por alguém infectado pela Covid-19, não é sobre coronavírus. A análise tece críticas à humanidade. Humanidade que, segundo ele, ignorou o aviso de Bill Gates há mais de cinco anos. Na ocasião, o bilionário norte-americano avisou que o mundo sofreria com uma pandemia (vídeo abaixo). Assim, conforme o publicitário-articulista avalia, desprezou — e despreza — a ciência, sobretudo em questões de combate ao aquecimento global. “A natureza está ficando sem saco para a raça humana”, enfatiza.

Leia aqui a íntegra do 2º artigo

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!

COMENTAR

COMENTAR