Uncategorized

Janot e Cármen Lúcia confirmam presenças em seminário sobre direito ao esquecimento

janot - cármen lúcias - seminário
(Imagem: Divulgação)

A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, e o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, discutem direito ao esquecimento e liberdade de expressão e informação no seminário “Esquecimento x Memória: reflexão sobre o direito ao esquecimento, o direito à informação e à proteção da memória”, que será realizado em 21 de agosto de 2017 na sede da OAB-DF, em Brasília. A realização é da ANER e do Instituto Palavra Aberta.

O objetivo do evento é refletir sobre o impacto de possível direito ao esquecimento ao acesso à informação, à liberdade de imprensa e à memória histórica. Carmen Lúcia foi a relatora do processo que afastou exigência de autorização para biografias no Brasil. Por sua vez, Janot deu parecer contrário ao direito ao esquecimento no mês passado.

O seminário vai das 18h às 21h30 e conta com quatro painéis. Além de Cármen Lúcia e Janot, são convidados o professor de direito constitucional Eduardo Mendonça e o professor titular de direito administrativo da Faculdade de Direito da UERJ, Gustavo Binenbojm. Ainda há um nome a confirmar.

O evento tem como um dos ganchos processo em análise no Supremo Tribunal Federal (STF) que pode resultar na adoção do direito ao esquecimento no Brasil. A Abraji foi admitida como amicus curiae em Recurso Extraordinário da ação e, em junho deste ano, esteve em audiência pública no STF para discutir o tema.

É possível fazer inscrição para o Seminário contatando os e-mails dados@aner.org.br e eventos@palavraaberta.org.br ou o telefone (11) 3030-9390, da ANER. A entrada é gratuita e não há prazo para se inscrever.

Programação

Credenciamento | Welcome Coffee

  • Abertura

Fábio Petrossi Gallo | Presidente da ANER

Patrícia Blanco | Presidente do Instituto Palavra Aberta

Juliano Costa Couto | OAB-DF

  • A preservação da memória histórica – biografias

Ministra Cármen Lúcia | Presidente do STF

  • É possível esquecer na sociedade da informação? Breve histórico sobre direito ao esquecimento

Dr. Eduardo Mendonça | Professor de Direito Constitucional

  • Painel 3: A definir

Gustavo Binenbojm | Professor Titular de Direito Administrativo da Faculdade de Direito da UERJ

  • Direito ao esquecimento e preservação da liberdade de expressão

Dr. Rodrigo Janot | Procurador-Geral da República

  • Encerramento

Serviço

“Esquecimento x Memória: reflexões sobre o direito ao esquecimento, o direito à informação e à proteção da memória”

OAB-DF (SEPN Quadra 516 – Bloco B – Lote 7 – Brasília, DF)

21 de agosto, das 18h às 21h30

Inscrição e informações: (11) 3030-9390 ou dados@aner.org.br e eventos@palavraaberta.org.br

SOBRE O AUTOR

Abraji

Abraji

Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. Criada em 2002 por um grupo de jornalistas brasileiros interessados em trocar experiências, informações e dicas sobre reportagem, principalmente sobre reportagens investigativas. É mantida pelos próprios jornalistas e não tem fins lucrativos.

COMENTAR

COMENTAR

Prêmio Comunique-se