COMUNICAÇÃO

Jornalista que chamou Trump de ‘tartaruga obesa’ diz estar arrependido

Anderson Cooper

O jornalista da CNN americana, Anderson Cooper, afirmou ao vivo que está arrependido de chamar o presidente americano Donald Trump de ‘tartaruga obesa’. Ele se manifestou sobre o assunto no sábado (7), dois dias depois de fazer a comparação, durante a cobertura das eleições americanas.

Ainda na programação sobre as eleições, após a confirmação da vitória de Biden, Andrew Yang relembrou, aos risos, o termo usado pelo colega de apresentação. Cooper aproveitou o momento para mostrar seu arrependimento e alegou que a fala foi feita apenas ‘no calor do momento’. “Devo dizer que estou arrependido de ter usado essas palavras porque não quero ser essa pessoa”, afirmou.

Leia mais:

Curso online de redes sociais para jornalistas abre inscrições para última turma de 2020
Como o reducionismo pode ajudar (ou atrapalhar) em uma reportagem

O apelido, que virou notícia, tema para artigos de opinião e até graffiti, foi dado ao Presidente dos Estados Unidos durante uma crítica de Cooper à postura de Trump ao convocar uma entrevista para denunciar, sem provas, fraudes na apuração dos votos e viralizou em todo o mundo. “Esse é o presidente dos Estados Unidos. Essa é a pessoa mais poderosa do mundo. E nós o vemos como uma tartaruga obesa de costas se debatendo sob o sol quente, percebendo que seu tempo acabou”, comparou.