COMUNICAÇÃO PAUTAS & NOTAS

Programa ‘Manhattan Connection’ chega ao fim na GloboNews

Manhattan Connection
Imagem: Reprodução/Globo

O programa Manhattan Connection, da GloboNews, chegou ao fim. Ontem (22), foi apresentada a sua última edição. O encerramento foi anunciado poucas horas antes do programa, pelo diretor de jornalismo da Globo, Ali Kamel. O motivo não foi informado.

Após 27 anos no ar, o programa era considerado um dos primeiros da TV paga no Brasil. Em 1993, foi lançado no GNT, canal em que continuou até 2011, quando foi para a programação da GloboNews. Desde seu início, o Manhattan Connection é apresentado pelos jornalistas Lucas Mendes e Caio Blinder e atualmente era composto também por Diogo Mainardi, Ricardo Amorim e Pedro Andrade, .

“As autodeclaradas ratazanas Lucas Mendes, Caio Blinder, Nelson Motta e Paulo Francis, com Lúcia Guimarães e a Angélica Vieira nos bastidores, foram sucesso imediato. Por que ratazanas? Não sei. Mas suspeito: sempre correram soltas, assustando apenas políticos, economistas e outros personagens do noticiário que preferiam se esconder, fugindo rente ao meio-fio. A turma do Manhattan sempre se divertiu com a brincadeira, pegando carona na fama macabra da cidade. O público adorou”, lembrou Ali Kamel em nota.

Leia mais:

Por que o Google está investindo dinheiro em jornalismo e como se beneficiar
Em conversa de bilabiais, ‘n’ não se mete – Por Edson Oliveira

O diretor de jornalismo da emissora também recordou a trajetória dos apresentadores e agradeceu a participação de todos no programa. “Em nome da Globo e no meu, o meu muito obrigado ao Lucas, ao Caio, ao Diogo, ao Ricardo, ao Pedro e à Angélica”.

Durante o programa, os apresentadores também comentaram o fim do Manhattan Connection. Diogo Mainardi brincou com a situação, se comparando ao presidente americano Donald Trump e dizendo que não aceitava sair. “O programa está há tanto tempo no ar que ele tem direito a usucapião televisivo”.

Lucas Mendes lembrou sua carreira na Globo, a criação do programa e agradeceu à equipe e ao público. “A minha maior gratidão é com vocês, a nossa audiência, com essa bancada, com a turma que trabalha conosco na engenharia, na produção”, afirmou.

SOBRE O AUTOR

Julia Renó

Jornalista, 23 anos. Natural de São José dos Campos (SP), onde vive atualmente, após temporadas em Campo Grande (MS). Formada pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (MS) e voluntária da ONG Fraternidade sem Fronteiras, integra o time de jornalistas do Grupo Comunique-se desde julho de 2020.