PAUTAS & NOTAS

Mercado editorial se aquece com livros de jornalistas

livros - mercado editorial
(Imagem: reprodução)

Livros de jornalistas abordam marketing e comunicação no agronegócio; fake news; e fidelização de público leitor. São três novas opções disponíveis no mercado editorial brasileiro

A arte de criar leitores

livros - jornalistas - mercado editorial - livro 1Mestra em comunicação, roteirista, escritora e jornalista, Goimar Dantas tem mais um trabalho no mercado editorial. A nova obra dela atende pelo nome de A arte de criar leitores: reflexões e dicas para uma mediação eficaz. Com 280 páginas e sendo publicado pela Editora Senac São Paulo, o novo livro se propõe a ser um incentivo à leitura.

A publicação “trata da leitura como construção social e mostra os caminhos para instigar este hábito em outras pessoas. Com comparações, dicas e técnicas, a autora traz todo o universo da mediação de leitura”, informa a equipe responsável pela divulgação do mais novo livro da da jornalista Goimar Dantas. No valor de R$ 50,00 o exemplar, a obra está disponível para venda no site da Editora Senac São Paulo.

A era das fake news

mercado editorial - livros - jornalistasEm busca da credibilidade perdida: a rede de investigação jornalística na era das fake news. Esse é o nome do livro assinado pela jornalista Kassia Nobre. A publicação está em pré-venda no site do Grupo Editorial Livramento. Surgido a partir da tese de doutorado da autora — completado com sucesso pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) –, o conteúdo aborda a relação do ambiente online com a proliferação de notícias falsas. Mostra, por outro lado, que a desinformação desenfreada pode ser uma oportunidade para o jornalismo, vide a presença de agências de checagem de fatos.

“O livro propõe uma discussão sobre um tema candente na tensa relação entre jornalismo e mídias sociais, nesses tempos difíceis. Discute o jornalismo investigativo a partir da revista piauí. Coloca, também, em debate os procedimentos de apuração e checagem no âmbito do trabalho do jornalista, com foco especial na rede de checagem da agência Lupa. A proposta da publicação é fazer uma reflexão crítica sobre o jornalismo a partir de uma abordagem diferenciada: seus modos de produção”, avalia a professora Cecília Almeida Salles. A acadêmica foi a orientadora da tese – transformada em produto presente no mercado editorial – defendida por Kassia Nobre.

Marketing e comunicação no agronegócio

Foto Rodrigo Capella - Ação Estratégica - livros - jornalistas - mercado editorialO jornalista e palestrante Rodrigo Capella apresentou seu mais novo trabalho como escritor no fim do ano passado. Em novembro, o profissional apresentou ao mercado Como turbinar as vendas de uma empresa de agronegócio – com ações de marketing e comunicação. Diferentemente das obras das duas comunicadoras, a produção não está disponível para venda em lojas físicas do mercado editorial. Isso porque o livro é, na verdade, um e-book gratuito.

No livro, Rodrigo Capella compartilha 20 dicas que ajudarão as empresas de agronegócio ganharem mais visibilidade, aumentarem a credibilidade e, consequentemente, ampliarem as vendas. “No ebook, abordo temas fundamentais para empresas se diferenciarem no mercado e aumentarem o market share, como inbound marketing, assessoria de imprensa, redes sociais, storytelling, marketing de guerrilha e marketing de recompensa, entre outros”, conta o autor.

SOBRE O AUTOR

Anderson Scardoelli

Anderson Scardoelli

Jornalista, 29 anos. Formado pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e pós-graduado em jornalismo digital pela ESPM. Há dez anos no Grupo Comunique-se, onde idealizou os projetos 'Correspondente Universitário' e 'Leitor-Articulista'. Na empresa, já atuou como freelancer (inserção de conteúdo), estagiário de pesquisa, estagiário de redação, trainee de redação, subeditor e editor-júnior. É, desde maio de 2016, o editor responsável pelo Portal Comunique-se e pelo conteúdo do Prêmio Comunique-se.

COMENTAR

COMENTAR

Prêmio Comunique-se