COMUNICAÇÃO

“Muito infeliz”: técnico do Inter se desculpa por ter sido machista com repórter

guto ferreira - técnico do inter - machista - kelly costa
Guto Ferreira pediu desculpas à repórter Kelly Costa ao participar do 'Redação SporTV' (Imagem: Reprodução/sportv.com)

Horas depois de declaração machista, ao se dirigir a uma jornalista da RBS, o técnico do Inter, Guto Ferreira, pediu desculpas por ter sido “muito infeliz”

O Internacional venceu o Luverdense por 1 a 0 na noite dessa terça-feira, 18, em Porto Alegre. Apesar da vitória, o time não teve muito o que comemorar. Além de seguir fora do grupo de acesso à primeira divisão do Campeonato Brasileiro, o clube se viu envolvido em episódio de machismo. Em entrevista coletiva após o fim da partida, o técnico do Inter, Guto Ferreira, se recusou a responder uma pergunta feita pela repórter Kelly Costa, da RBS TV, afiliada da TV Globo no Rio Grande do Sul. O treinador fez questão de expor que ignoraria o questionamento pelo simples fato de ter sido feito por uma mulher.

Como qualquer jornalista – homem ou mulher – que acompanha o dia a dia de clubes de futebol e cobre in loco partidas dos mais diversos campeonatos, Kelly usou o seu momento na coletiva realizada no estádio Beira-Rio para saber do comandante do Internacional o que acontece com a pontaria do time gaúcho. Assunto mais do que pertinente, pois o “Colorado” tem apenas o sétimo melhor ataque da Série B, com 17 gols marcados em 14 jogos. Para Guto Ferreira, porém, o tema não pareceu interessante – ainda mais partindo de uma repórter.

Conteúdo relacionado…

“Não vou te responder com uma pergunta porque você é mulher e talvez não tenha jogado (futebol). Mas todo jogador que joga, tem dificuldades de ter uma tensão a mais no lance final. Precisa acertar para ter confiança. Se você já jogou para perceber isso, mas de repente trouxe a resposta mais para a situação de canalizar nesta forma”, disse o técnico do Sport Club Internacional ao se dirigir à jornalista. A postura pegou mal, repercutindo negativamente nas redes sociais e em veículos da imprensa. Sites como Extra, UOL e Lance divulgaram a declaração do treinador e, assim como a redação do Portal Comunique-se, definiram: foi um ato machista.

kelly costa - repórter - rsbs tv - inter - machista
A jornalista Kelly Costa, da RBS TV, foi alvo de ato machista do treinador do Internacional (Imagem: arquivo pessoal/Instagram)

Pedido de desculpas depois da declaração machista

Depois da repercussão negativa, Guto Ferreira procurou o SporTV, emissora que exibiu a partida do Internacional, e pediu desculpas à jornalista Kelly Costa. Ele assumiu ter tido postura “muito infeliz”. “Tomo a liberdade de pedir desculpas”, disse o técnico ao participar da edição desta quarta-feira, 19, do programa ‘Redação SporTV’. “Acabei me atrapalhando e não quero mudar a opinião de ninguém, respeito a opinião de todo mundo, até porque sei que errei”, prosseguiu. “O mais importante é você saber que errou para que a gente possa, futuramente, mudar ou não passar por situações como essa”, complementou o treinador.

Episódio com técnico do Inter não o é único ato machista no futebol

A resposta de Guto Ferreira para Kelly Costa fez outra jornalista esportiva do Grupo RBS falar publicamente o que as profissionais da imprensa que cobrem futebol têm de encarar diariamente. Produtora e repórter da Rádio Gaúcha, Renata de Medeiros usou o perfil que mantém no Twitter para abordar o machismo. Segundo ela, que começou a participar de jornadas esportivas em 2015, é comum ouvir ofensas de torcedores. “Imagina que assustador, Guto, uns 20 caras CANTANDO pra ti: ‘Ah, eu vou gozar, vem aqui que eu vou te passar o peru’, repetidamente, enquanto tu TRABALHA?”, publicou a repórter da Rádio Gaúcha, que ainda pontuou: o machismo para mulheres que cobrem esportes se dá, também, na redação e nas ruas.

Na tarde desta quarta-feira, 19, a repórter Kelly Costa se posicionou por meio das redes sociais. Ao dar o caso com o técnico do Inter como encerrado, ela garante que antes mesmo de aparecer em público, Guto Ferreira fez questão de lhe pedir desculpas pessoalmente.

Oi, gente! Tudo bem? Pensei muito antes de fazer esse texto. Pensei inclusive em não fazê-lo. Mas não seria justo…

Publicado por Kelly Costa em Quarta-feira, 19 de julho de 2017

Confira o relato completo da jornalista Renata de Medeiros:

 

SOBRE O AUTOR

Anderson Scardoelli

Anderson Scardoelli

Jornalista, 28 anos. Formado pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e pós-graduado em "Jornalismo Digital" pela ESPM. Há oito anos no Grupo Comunique-se, onde idealizou os projetos 'Correspondente Universitário', 'Leitor-Articulista' e 'C-SE Acadêmico'. Na empresa, já atuou como freelancer (inserção de conteúdo), estagiário de pesquisa, estagiário de redação, trainee de redação, subeditor e editor-júnior. É, desde maio de 2016, o editor-pleno responsável pelo Portal Comunique-se e pelo conteúdo do Prêmio Comunique-se.

COMENTAR

COMENTAR

Notícias Corporativas

  • SUATV - TV Corporativa, Mural Digital e Digital Signage é SuaTV
  • RIWEB
  • Dino
/* ]]> */