OPINIÃO

Networking para mulheres – artigo de Lygia Pontes

networking - mulheres - artigo
(Imagem: reprodução/Agendor)

Articulista-parceira do Portal Comunique-se, Lygia Pontes fala de networking par ao público feminino. Tema vale para mulheres que atuam na área da comunicação 

Em uma das edições do meu curso de networking, uma participante fez uma pergunta interessante: “que cuidados as mulheres devem tomar quando fazem networking?”.

Minha recomendação é que tenham as mesmas preocupações que os homens: mantenham frequência nos contatos, definam os objetivos com cada pessoa, pensem na pauta antes de uma abordagem ou encontro, entre outros pontos. Mas existe uma atitude que eu recomendo fortemente às mulheres e que ainda não é muito comum para a gente: formar redes!

Nos últimos anos, comecei a participar de alguns grupos de e para mulheres. Percebi uma grande diferença na forma como eu passei a me relacionar com elas, principalmente no trabalho. Se antes a minha primeira reação ao conhecer uma colega costumava ser a desconfiança, agora busco me aproximar dela e saber qual é a sua história, conquistas e desafios. Outro benefício desses grupos é que passei a encontrar soluções para os meus problemas com mais facilidade. E, melhor ainda, com o apoio dessas companheiras. Sem contar que ao compartilharmos experiências, consigo me preparar para possíveis desafios futuros.

“Definam os objetivos com cada pessoa, pensem na pauta antes de uma abordagem ou encontro”

Outro ponto muito importante das redes formadas por mulheres e para mulheres é que ampliamos o nosso networking e com profissionais que conseguem entender perfeitamente os desafios e dificuldades que enfrentamos para evoluirmos em nossas carreiras. Assim, mais do que pensar em quais cuidados devemos tomar quando fazemos networking, recomendo que as mulheres procurem outras oportunidades para fazer contatos. Hoje em dia, está muito fácil de encontrar essas comunidades. As redes sociais são as grandes aliadas nisso, mas as nossas colegas de trabalho e nossas amigas também podem nos ajudar. Por isso, não deixe de fazer contatos de qualidade com elas.

Leia mais:

SOBRE O AUTOR

1 COMENTÁRIO

COMENTAR