Portal Comunique-se

Covid-19 provoca mortes de fundador da CBN, narrador, radialista e repórter fotográfico

As vítimas eram de São Paulo, Mato Grosso e Rio de Janeiro

Em semana de recorde de mortes por Covid-19 no Brasil, grandes nomes do jornalismo também fizeram parte dessa estatística. José Carlos Cataldi, um dos fundadores da rádio CBN, Paulo Stein, um dos grandes nomes da narração esportiva no Brasil, Ary Bob Lee, precursor do radialismo no Mato Grosso, e Artur Bragança, fotojornalista de São Paulo, foram vítimas do vírus nos últimos dias.

Cataldi morreu na última sexta-feira, 26, em Pindamonhangaba, cidade no interior de São Paulo. O radialista havia sido internado um dia antes, com falta de ar, e devido ao estado de saúde, foi intubado.

Na CBN, a perda de seu fundador foi lamentada. Em homenagem ao profissional, sua trajetória foi lembrada, tanto como radialista quanto no direito. “Aos 14 anos de idade, Cataldi já escrevia em jornais de bairro e, entre amigos, o radialista por vocação deixa marcas do profissional versátil, que tinha o dom da palavra”, ressalta a repórter Rayssa Cerdeira.

Outra grande perda para o jornalismo brasileiro foi o narrador esportivo Paulo Stein. O jornalista apresentou sintomas da Covid-19 na última quarta-feira, 24, e morreu três dias depois – sábado, 27- por complicações da doença. Ele estava internado no Hospital Estadual Anchieta, no Rio de Janeiro.

Lembrado por seu bom-humor, Stein recebeu homenagens em diversos jornais. Na Globo, emissora na qual ele trabalhou por oito anos, foram lembrados alguns momentos marcantes de seu trabalho em matérias no site do Globo Esporte e no programa SporTV News. Stein receberia a primeira dose da vacina contra a Covid-19 na sexta-feira, 26.

No Mato Grosso, a vítima foi o radialista Ary Bob Lee, de 57 anos. Na região, ele era considerado um dos precursores da rádio FM. Ele trabalhou por anos no Grupo Gazeta de Comunicação e foi o primeiro a entrar no ar na rádio cuiabana Cidade FM, em 1980.

Leia mais:

“Quantas pessoas queridas partindo… meu amigo Ary Bob Lee foi chamado. Fica sua alegria de viver, a parceria leal, e nossos perrengues para sobreviver na comunicação”, diz uma amiga à reportagem do G1 no Mato Grosso.

Já na capital paulista, a perda foi do repórter fotográfico Artur Bragança. Em mais de 20 anos de carreira, ele atuava principalmente em coberturas esportivas de grandes eventos, política, comportamento e cotidiano. De acordo com nota de pesar publicada no Facebook pela Associação de Repórteres Fotográficos e Cinematográficos no Estado de São Paulo (Arfoc), ele estava internado no Hospital Prevent Senior desde a semana anterior ao seu falecimento.

Compartilhe
0
0

Julia Renó

Jornalista, 24 anos. Natural de São José dos Campos (SP), onde vive atualmente, após temporadas em Campo Grande (MS). Formada pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (MS), pós-graduanda em Jornalismo Investigativo pela Universidade Anhembi Morumbi e voluntária da ONG Fraternidade sem Fronteiras, integra o time de jornalistas do Grupo Comunique-se desde julho de 2020.

Megalive do Prêmio Comunique-se 2021

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro



Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata



Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata