CARREIRA

Representatividade LGBTI na mídia é tema de curso

curso representatividade lgbt na midia - facha - felipe martins
(Imagem: divulgação)

A comunicação contra a homofobia. Representatividade LGBTI + na mídia é o nome do curso livre organizado pela Facha. Objetivo central é ensinar a abordar temas relacionados à cidadania do grupo no jornalismo e na publicidade. As inscrições estão abertas

As Faculdades Integradas Hélio Alonso (Facha) estão com inscrições abertas para o curso livre que se posiciona contra o preconceito. A instituição de ensino organiza o Representatividade LGBTI + na mídia. Com comando do jornalista Felipe Martins, as aulas serão realizadas no Rio de Janeiro a partir de sábado, 20 de outubro, e buscará tirar dúvidas a respeito da forma de abordar essa parcela da população. A ideia é esclarecer pontos para profissionais de redação, assessorias de imprensa e agências de publicidade.

Uma das missões do jornalista Felipe Martins como professor é ajudar colegas na quebra de estereótipos em relação ao grupo LGBTI. De acordo com a organização do curso, parte da mídia ainda não consegue entender diferenças como orientação sexual e identidade de gênero. “Uma pessoa transexual também pode ser gay? Um homem gay necessariamente detesta futebol e ama Madonna?”, questiona a equipe da Facha. “Entender este segmento populacional é fundamental para não repetir erros graves cometidos por veículos de comunicação, assessorias e agências de publicidade”.

mailing-imprensa-cse
Anúncio

Para o professor do curso, até a realização de um famoso evento voltado ao público LGBTI vem ano após ano acompanhado de equívocos por parte de profissionais da mídia. “[É um] erro comum a muitos veículos é chamar a Parada LGBTI de Parada Gay. Isso é um grave apagamento de lésbicas, transexuais, bissexuais e interssexuais. O ‘G’ é apenas um dos grupos que fazem a diversidade acontecer nas ruas de Copacabana”, comenta Felipe Martins em contato com a reportagem do Portal Comunique-se. “Mais um erro comum é o uso da palavra ‘travesti’ antecedida da letra ‘O’, no masculino”, salienta o jornalista.

Inscrições

Representatividade LGBTI + na mídia está com inscrições abertas até 20 de outubro, dia de início do curso. Com sete aulas, somando 27 horas de atividades, o investimento é de R$ 450. Alunos e ex-alunos da Facha têm o direito de desembolsar R$ R$ 360. O mesmo desconto vale para profissionais em dia com a mensalidade do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Município do Rio de Janeiro. Sendo validado pela própria instituição de ensino como atividade complementar, o curso de extensão pode ser pago a vista (débito, papel moeda e boleto) ou ser dividido em seis vezes no cartão de crédito. A matrícula pode ser feita pela internet.

Na sala, o curso Representatividade LGBTI + na mídia será dividido em cinco blocos, conforme informa o site da Facha:

  1. Breve histórico do movimento LGBTI no Brasil e no mundo;
  2. A cobertura jornalística sobre a comunidade LGBTI+;
  3. Análise e leitura crítica de reportagens e peças de publicidade;
  4. As demandas da população LGBTI. O conteúdo para a produção de conteúdo que responda aos anseios desta população;
  5. Produção de reportagem ou peça publicitária para análise em sala de aula.

O professor

Jornalista formado pela própria Facha, Felipe Martins tem experiência na cobertura de pautas relacionadas ao público LGBTI. Já são mais de 15 anos dedicados ao tema, o que lhe rendeu homenagem com menção honrosa na Câmara de Vereadores do Rio de Janeiro. Ao longo do tempo, passou pelo jornal Folha de S. Paulo, portal UOL e revista Fórum. No site de O Dia, editou o Blog LGBT por três anos. Desde fevereiro de 2017, trabalha à frente da direção e edição da Diverso Publicações. A empresa é a responsável por manter o site e a revista Rio Gay Life.

felipe martins - jornalista e professor do curso representatividade lgbti na midia - facha
O jornalista e professor Felipe Martins (Imagem: arquivo pessoal/Facebook)

Serviço

O quê?
Curso de extensão Representatividade LGBTI + na mídia

Quando?
Sete encontros a partir de sábado, 20 de de outubro

Horário?
Das 9h às 13h

Como participar?
Inscrições pela internet

Onde?
Campus Botafogo da Facha
(Rua Muniz Barreto, 51 – Rio de Janeiro)

SOBRE O AUTOR

Anderson Scardoelli

Anderson Scardoelli

Jornalista, 29 anos. Formado pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e pós-graduado em jornalismo digital pela ESPM. Há dez anos no Grupo Comunique-se, onde idealizou os projetos 'Correspondente Universitário' e 'Leitor-Articulista'. Na empresa, já atuou como freelancer (inserção de conteúdo), estagiário de pesquisa, estagiário de redação, trainee de redação, subeditor e editor-júnior. É, desde maio de 2016, o editor responsável pelo Portal Comunique-se e pelo conteúdo do Prêmio Comunique-se.

COMENTAR

COMENTAR

Prêmio Comunique-se