ESPECIAIS

TV Globo sofre com baixas no jornalismo

globo - baixas no jornalismo
(Imagem: divulgação)

Em menos de um mês, departamento de jornalismo emissora sofre com saídas de repórter, apresentadora do tempo e ex-correspondente internacional. Para 2019, TV Globo já prepara mudanças na área de esportes

O mês de novembro tem sido de mudanças na área de jornalismo da TV Globo. Somente nas últimas semanas, a redação da emissora em São Paulo deixou de contar com a garota do tempo e apresentadora eventual Izabella Camargo e a repórter Camila Silva. As duas profissionais foram dispensadas. No Rio de Janeiro, André Luiz Azevedo, que por anos atuou como correspondente internacional em Lisboa, decidiu sair da empresa de comunicação. Ele estava há 35 anos no grupo. Por fim, Glenda Kozlowski se prepara para trocar a televisão aberta pelo Sportv. A movimentação acarretará em outras novidades no núcleo de esportes dos dois canais.

mailing-imprensa-cse
Anúncio

Recrutada do Grupo Bandeirantes de Comunicação, Izabella Camargo estava na TV Globo desde 2012. Primeiramente, atuou como repórter dos telejornais locais da praça paulistana. Destacou-se e nos últimos tempos vinha ganhando mais espaço, sendo a responsável pelas informações de meteorologia na parte matinal da programação e sendo a substituta imediata de Monalisa Perrone no comando do ‘Hora 1’. Em outubro, porém, se afastou do serviço e revelou: foi diagnosticada com a Síndrome de Bornout. Mal que decorre de esgotamento físico e psicológico. Recuperada, nem conseguiu voltar à rotina de trabalho. Ao retornar da licença médica, foi informada de que o contrato com a emissora não seria renovado.

Punida por doença?

“[Fui] punida por ter ficado doente, com uma doença funcional, e os laudos provam isso. Foi um susto. Esperava qualquer coisa, menos ser demitida”, chegou a lamentar a jornalista em entrevista ao site Notícias da TV. Pelo Instagram, contudo, Izabella Camargo fez questão de agradecer a emissora. “Obrigada Rede Globo pelas oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional. Não importa em que lado eu estava. Se do lado de dentro ou de fora do estúdio, apresentando os jornais ou a previsão do tempo nos jornais, foi um privilégio conviver com todos vocês! Além de tudo o que aprendi, andar por aí de bobe na cabeça e provocar um sorriso nas pessoas sempre me deixou feliz”, publicou. Desde então, a comunicadora tem usado a rede social para alertar sobre a Síndrome de Burnout.

izabella camargo - tv globo - baixas no jornalismo
Izabella Camargo era apresentadora eventual dos telejornais da Globo de São Paulo. Jornalista foi demitida após se afastar por questões de saúde (Imagem: reprodução/Instagram)

Sem surpresas

A parceria de Camila Silva com a TV Globo durou oito anos, também chegando ao fim neste mês. Em seus canais na internet, sinalizou que já esperava pela decisão por parte do comando jornalístico do canal. “Fui saída”, reforçou. “Temos ciclos na vida. E passei oito anos lá, está bom demais. Quando entrei, achei que ia durar uns três anos, porque eu não gosto muito de escritório”, afirmou a profissional, que não espera ficar desempregada por muito tempo. No tempo em que permaneceu no canal, Camila Silva integrou a equipe do ‘Profissão Repórter’, fez parte da edição paulista do ‘Globo Esporte’ e vinha sendo escalada para cobrir a editoria de cidades ao longo das madrugadas.

camila silva - tv globo - baixas no jornalismo
Depois de passar pelo esporte, Camila Silva vinha sendo repórter das madrugadas (Imagem: reprodução/Instagram)

Pedindo para sair

Enquanto Izabella Camargo e Camila Silva foram demitidas, um experiente jornalista decidiu encerrar seu ciclo dentro da TV Globo. Com 35 anos de serviços prestados à emissora, André Luiz Azevedo pediu para sair há duas semanas. Em mais de três décadas, o jornalista se destacou com reportagens, como a cobertura da ocupação militar no Complexo do Alemão, e chegou ao posto de correspondente internacional. De 2012 a 2015, morou em Lisboa, sendo o responsável pelo noticiário sobre Portugal. De volta ao Brasil, ficou baseado na redação do canal no Rio de Janeiro. Da Cidade Maravilhosa, começou a colaborar com pautas para o ‘Jornal Nacional’. A saída foi comentada pelo diretor geral de jornalismo e esportes da TV Globo, Ali Kamel. “Nossas conversas sempre foram proveitosas – com certeza, para mim. E, em meu nome, o agradecimento da TV Globo”, declarou o executivo.

Mudanças no esporte

A outra divisão sob cuidados de Ali Kamel, o núcleo de esportes da TV Globo também se prepara para sofrer ao menos uma baixa. A partir do início de 2019, Glenda Kozlowski deixará de atuar diretamente no canal (depois de 22 anos). Porém, ela não sairá do Grupo Globo. De transferência para o Sportv, a comunicadora será a nova apresentadora do ‘Tá na Área’. Atual comandante da atração exibida pelo “canal campeão”, Bárbara Coelho deve fazer o caminho inverso. Segundo a coluna de Patrícia Kogut, de O Globo, a apresentadora será titular do ‘Esporte Espetacular’ ao lado de Felipe Andreoli. A se confirmar, pode representar mais uma mudança. Informações indicam que Fernanda Gentil, atual titular do ‘EE’, deve trocar as pautas esportivas pela área de entretenimento da emissora. Será, assim, mais uma baixa para o jornalismo da TV Globo.

glenda kozlowski - tv globo - baixas no jornalismo
Em 2019, Glenda Kozlowski estará à frente do ‘Tá na Área’, do Sportv (Imagem: reprodução/Instagram)

SOBRE O AUTOR

Anderson Scardoelli

Anderson Scardoelli

Jornalista, 28 anos. Formado pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e pós-graduado em jornalismo digital pela ESPM. Há nove anos no Grupo Comunique-se, onde idealizou os projetos 'Correspondente Universitário' e 'Leitor-Articulista'. Na empresa, já atuou como freelancer (inserção de conteúdo), estagiário de pesquisa, estagiário de redação, trainee de redação, subeditor e editor-júnior. É, desde maio de 2016, o editor responsável pelo Portal Comunique-se e pelo conteúdo do Prêmio Comunique-se.

3 Comentários

COMENTAR