Portal Comunique-se

Você controla seu celular ou é ele que te controla?

Você controla seu celular ou é ele que te controla
Imagem: iStock

O artigo publicado pelo Portal Comunique-se é de Stella Azulay

Compartilhe

No ano de 2020, cada brasileiro que possui smartphone passou, em média, 4,8 horas por dia utilizando o seu celular, segundo o novo relatório anual da App Annie. Trata-se de um aumento de 1 hora em relação à média verificada no país em 2019, que era de 3,8 horas por dia. O Brasil é o segundo país do mundo com o maior tempo diário de uso de smartphone, atrás apenas da Indonésia (5,2 horas/dia).

Leia mais:

Desde que o celular virou o mais novo “membro” do corpo humano, podemos facilmente passar horas grudados aos nossos aparelhos sem perceber que no modo offline nosso tempo vai passando. É cada vez mais normal olhar o celular para mandar uma mensagem, depois mandar um e-mail, depois voltar para responder outra mensagem e quando vemos já estamos perdidos nos stories, vídeos e posts. Um processo quase hipnótico.

A tecnologia pode facilmente dominar nossas vidas se não tomarmos as rédeas. Além do que já conhecemos, teremos vestuário, assistentes pessoais, inteligência artificial pelas paredes de nossa casa e sabe-se lá o quê mais. Como essa maré não volta atrás, o melhor é aprender a surfar, mantendo nossa atenção e presença física. Se fizermos uma pausa para avaliar nosso relacionamento com a tecnologia, poderemos conscientemente controlar e diminuir maus hábitos.

Como fugir dos encantos do celular?

Quando perceber que foi sugado pelo feed do Instagram ou por um vídeo qualquer, tente quebrar o encanto. Ao menor sinal de que sua atenção foi prejudicada pelo celular, comece a mandar ao cérebro comandos que ajudem a te desligar do virtual. Pratique este exercício cada vez que perceber que seu foco está todo no aparelho. Lembre-se: o cérebro é uma máquina. Para determinadas atitudes, o controle está com você. Quando conseguir manipular certos mecanismos, seu cérebro irá te redirecionar rapidamente ao mundo real, sem que você nem perceba, já que o hábito se tornará automático.

Mas, por que você deveria se importar com isso? Existe uma frase famosa do escritor e palestrante americano, Tony Robbins, que diz: “para onde seu foco vai, sua energia se dirige”. Consequentemente, no que você colocar energia é o que vai florescer na sua vida. Gaste tempo dando atenção aos looks de blogueiras famosas, e isso se torna parte de sua vida. Concentre-se no desenvolvimento saudável de sua espiritualidade, e isso se torna parte de sua vida.

As escolhas que você faz sobre como e onde concentra sua atenção te levarão a diferentes caminhos. Construir o hábito de perceber, questionar e mudar seu foco fortalece os músculos que tomam decisões. Gradualmente, você começará a ver quanto de sua atenção está desperdiçando e passará a trabalhar recursos para sair da alienação do mundo online.

*Por Stella Azulay, fundadora da Escola de Pais XD, é educadora parental pela Positive Discipline Association, especialista em Análise de Perfil e Neurociência Comportamental.

Compartilhe
0
0

Leitor-Articulista

Espaço aberto para a veiculação de artigos produzidos pelos usuários do Portal Comunique-se. Para ter seu conteúdo avaliado pela redação, com possibilidade de ser publicado na seção 'Opinião', envie e-mail para jornalismo@comunique-se.com.br, com “Leitor-articulista” no assunto.

Papo de Redação

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro



Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata



Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata