OPINIÃO

A profissão mais promissora de 2020 serve para jornalistas

social media - artigo de Almir Rizzatto
(Imagem: Canva.com)

Almir Rizzatto analisa o mercado para a profissão de social media. A função, segundo o LinkedIn, é mais promissora para 2020. E isso é importante para jornalistas — analisa o articulista-parceiro do Portal Comunique-se

Leia o artigo de Almir Rizzatto sobre social media, jornalistas e a profissão mais promissora para 2020

Se você é social media ou pretende se tornar um, o ano começou com boas notícias. Aliás, com ótimas perspectivas! Agora em janeiro, o LinkedIn divulgou uma lista das 15 profissões mais promissoras para 2020. E sabe qual é a profissão número 1? Gestor de mídias sociais!

Leia mais:

Nesta era em que estamos vivendo, com muitos negócios dependentes das redes sociais, o resultado do levantamento não é surpreendente. A demanda por profissionais especialistas em social media só cresce.

Mas, agora, começa a ficar mais claro quem é quem. O amadorismo terá cada vez menos espaço. Quando participo de reuniões, eventos ou mesmo durante as consultorias que realizo, vejo que o nível de conhecimento dos contratantes, hoje, é muito alto. Eles sabem o que querem, o tipo de retorno que as mídias sociais podem proporcionar. E, inclusive, o que deve ser feito.

Curso online de marketing digital para jornalistas

Curso online de SEO para jornalistas

Se os clientes ou empregadores dominam este universo, nós, social media e profissionais de comunicação em geral, precisamos dominar ainda mais. O contratante precisa sentir que você conhece mais do que ele e poderá ajudá-lo a ter mais engajamento nas páginas, criar estratégias eficazes e também vender mais.

Social media não é só fazer posts

Vale ressaltar que, diferentemente do que alguns pensam, ser um social media não é apenas pensar no conteúdo e publicar os posts. É preciso, entre outras coisas, conhecer bem o público da empresa, promover o máximo de interação com os curtidores/seguidores, atender os usuários, saber elaborar anúncios/campanhas, desenvolver relatórios, analisar métricas…

Portanto, se você acha que só o conhecimento como usuário de Facebook ou Instagram é suficiente, é melhor rever urgentemente este conceito. Caso contrário, as oportunidades que sobrarão serão aquelas que pagam valores afrontosos. E você acabará ficando no mesmo nível do sobrinho do cliente, que sabe “mexer nas redes sociais”.

O mercado está aí, sedento em busca ótimos social media. Você está pronto?

SOBRE O AUTOR

Almir Rizzatto

Jornalista, blogueiro, fundador da agência RZT Comunicação e especialista em comunicação e marketing digital. Também é instrutor de cursos, entre eles o "Marketing Digital para Jornalistas".

COMENTAR

COMENTAR