COMUNICAÇÃO PAUTAS & NOTAS

Adriana Araújo estreia no Repórter Record Investigação com reportagem exclusiva sobre o serial killer Francisco das Chagas

reporter record investigação

A apresentadora faz parte do time da Record há 14 anos e comandará o programa em que, pela primeira vez, ex-mulher e filha do serial killer falam com jornalistas

A jornalista Adriana Araújo é a nova apresentadora do Repórter Record Investigação, que inicia temporada na quinta-feira (23). Ela, que fazia parte do Jornal da Record desde 2006, inicia o novo desafio com programa de destaque ao caso do serial killer Francisco das Chagas e conta com uma entrevista exclusiva com a sua ex-mulher e a sua filha mais velha.

A reportagem foi elaborada pelos jornalistas Marcus Reis, Giulia Gazetta, Aldrich Kanashiro e Michel Mendes. Nela, são mostrados detalhes inéditos de um dos casos que mais mobilizaram a imprensa brasileira nos últimos 40 anos, com repercussão internacional. Segundo a Justiça, Chagas raptou e matou 28 crianças só no Maranhão. Os crimes foram cometidos entre 1991 e 2003 nos arredores de São Luís, capital do estado.

Leia mais:

Unesco publica relatórios de enfrentamento à desinformação sobre Covid-19
Conexão Repórter tem programa especial, em comemoração aos 10 anos no ar

O programa, que vai ao ar às 22h30, irá mostrar quem é Francisco das Chagas, condenado a mais de 500 anos de prisão. A reportagem traz um perfil do criminoso que, além de enganar os pais dos meninos, desviou a atenção da polícia e chegou até a colaborar nas buscas pelo assassino.

O Repórter Record Investigação revela ainda que enquanto fazia suas vítimas, o matador tentava levar uma vida normal e tinha uma família. Pela primeira vez, a ex-mulher e a filha mais velha, Thaís, falam com uma equipe de jornalistas em uma entrevista exclusiva. “Eu amo meu pai. E tem muita gente que me julga por isso, por eu dizer que o amo, mas não me importo”, revela a filha de 22 anos.