COMUNICAÇÃO

Agência aposta em cenário promissor para comunicação em 2021

agência mira

Este será um ano promissor para a comunicação. Ao menos, é a aposta da agência de Relações Públicas, Mira Comunicação. No último ano, a empresa foi exceção ao momento vivido pela maioria das agências, devido à pandemia da Covid-19, e teve um crescimento de 40% em seu portfólio. Agora, no entanto, a aposta é que mais empresas e instituições busquem apoio para fortalecer sua comunicação.

Para os sócios da Mira, o resultado obtido em 2020 foi um reflexo da rápida interpretação das necessidades momentâneas do mercado. “Em um cenário tão desafiador como o que estamos vivendo, o papel da comunicação corporativa como agente provedor de informação e prestação de serviço ganhou relevância, já que os novos posicionamentos das marcas precisam estar alinhados com todos os públicos e com propósitos bem definidos”, exemplifica Juliana Miranda, sócia-diretora da agência.

Para garantir a absorção das novas contas e garantir qualidade no atendimento, a agência retomou as contratações previstas e focou investimentos em novas soluções para mídias digitais e gestão de crise, produtos já ofertados, mas que estão sendo diversificados neste momento.

Leia mais:

Record TV estréia uso diário e ao vivo de holografia na televisão brasileira
Com demissões e mudanças na programação, como ficará a Fox Sports?

De acordo com pesquisa realizada em junho de 2020 pelo Comunique-se em parceria com a Abracom, mais de 80% das agências perderam faturamento mensal devido à pandemia da Covid-19. O estudo “Impactos da Covid-19 na comunicação corporativa” mostrou ainda que a perda de faturamento tem relação direta com o tamanho da empresa. Na prática, quanto menor é a agência, maior é a perda de receita.

Diego Ramalho, também sócio-diretor, acrescenta ainda que o formato operacional da agência – que conta com 20 clientes e 17 colaboradores, contribui com a sustentabilidade do negócio no contexto atual. Além disso, um aspecto é essencial para driblar as adversidades do setor em 2021: a flexibilidade. “Acreditamos que as agências que conseguirem não apenas interpretar, mas colocar em prática efetivamente e com um formato de trabalho com processos essa flexibilidade, conseguirão atrair a atenção do mercado em 2021”, finaliza.