COMUNICAÇÃO

Colunista do Valor Econômico é mais uma vítima da Covid-19

ribamar oliveira - covid-19 - valor econômico
Ribamar Oliveira: mais um jornalista brasileiro perde a batalha contra a Covid-19. (Imagem: Reprodução/Portal dos Jornalistas)

Ribamar Oliveira ficou cerca de 50 dias internado em Brasília

A pandemia segue vitimando jornalistas brasileiros. Na última terça-feira, 1º de junho, Ribamar Oliveira não resistiu a complicações da Covid-19 e morreu. Aos 67 anos, ele era repórter especial e colunista do Valor Econômico.

Leia mais:

A luta de Ribamar contra o novo coronavírus durou mais de um mês. De acordo com o Portal dos Jornalistas, o colunista permaneceu internado por aproximadamente 50 dias em um hospital de Brasília.

“Exemplo de ética, de profissionalismo, de dedicação ao jornalismo e de amor à família”

Por meio de postagem nas redes sociais, a família do jornalista enalteceu a trajetória dele na profissão e também na vida pessoal. “Seu exemplo de ética, de profissionalismo, de dedicação ao jornalismo e de amor à família e à vida nos enchem de orgulho e nos guiarão a partir de agora”, publicaram os entes de Ribamar Oliveira.

Mais uma vítima da Covid-19, doença que já ceifou mais de 465 mil vidas no Brasil, Ribamar Oliveira deixa a mulher Lílian e três filhos: Júlia, Valentina e Ricardo. O corpo dele foi cremado.

Um profissional premiado

Natural de Codó, no interior do Maranhão, Ribamar Oliveira se formou em jornalismo pela Universidade de Brasília (UnB) e tornou-se referência na cobertura econômica. Além de passagens pelo Valor Econômico, sendo responsável pela manchete da primeira edição do jornal, em 2000, ele passou por outros veículos de comunicação. O Globo, Jornal do Brasil, Estadão, Veja e IstoÉ foram redações que contaram com o seu trabalho. Além disso, foi assessor de imprensa do Ministério do Planejamento e, posteriormente, do Banco Central.

Advertisement

“Era a receita de um grande jornalista: estudioso, perspicaz, generoso, humilde e aberto ao novo”

Ribamar conquistou premiações e reconhecimentos ao longo de sua trajetória na imprensa. Com reportagem sobre o escândalo dos precatórios, recebeu o Prêmio Esso de Economia. “Ele era a receita de um grande jornalista: estudioso, perspicaz, generoso, humilde e aberto ao novo. Uma referência em sua área – será difícil fazer a cobertura de contas públicas sem o olhar do Ribamar”, definiu a diretora de redação do Valor Econômico, Fernanda Delmas.

Advertisement

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Jornalista, 31 anos. Natural de São Caetano do Sul (SP) e criado em Sapopemba, distrito da zona lesta da capital paulista. Formado em jornalismo pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e com especialização em jornalismo digital pela ESPM. Trabalhou de forma ininterrupta no Grupo Comunique-se durante 11 anos, período em que foi de estagiário de pesquisa a editor sênior. Em maio de 2020, deixou a empresa para ser repórter do site da Revista Oeste. Após dez meses fora, voltou ao Comunique-se como editor-chefe, cargo que ocupa atualmente.

COMENTAR

COMENTAR

Prêmio Comunique-se

2021

A segunda etapa de votação está aberta!