Portal Comunique-se

Jornalista acusa Record de demissão por machismo

A emissora afirma que o desligamento teve motivações profissionais

A jornalista e apresentadora do ‘Balanço Geral Manhã’ em Goiânia, Mariana Martins, publicou um vídeo em seu Instagram na última terça-feira, 25, comentando a sua demissão. Na publicação, ela expõe casos de machismo que viveu na Record. De acordo com ela, seu desligamento teria sido motivado por publicar fotos de biquíni na rede social.

Leia mais:

Logo no início do vídeo, Mariana relata que não soube os motivos exatos de sua demissão, mas tem conhecimento de algumas razões. A jornalista afirma que, além de ser pressionada pela queda de audiência, vivia situações constrangedoras e era alvo de comentários desagradáveis na emissora.

Recentemente, durante uma reunião com outros funcionários da Record, as fotos de suas redes sociais foram mostradas sob o discurso de que ela deveria mudar seu comportamento para aproximar-se do público. “Colocaram fotos minhas de biquíni, fotos minhas de viagem. Dizendo que eu tinha que me transformar. Que eu tinha que transformar o meu Instagram em outro para falar a língua desse público, para chamar as pessoas, porque estavam muito bonitas as fotos”, desabafou.

Em outra ocasião, ela teve seu jeito criticado por uma gerente do canal, que teria afirmado que ela “sensualizava” durante a apresentação. Em sua defesa, Mariana Martins ressaltou que a fidelização do público não estaria relacionada ao seu jeito, e sim à produção de um jornalismo imparcial.

“A gente precisa ter voz e não se calar diante de pressão por audiência, pressão psicológica nos funcionários, pressão na mulher, que a mulher tem que ser menos, tem que usar uma roupa mais discretinha para parecer competente. A gente não pode se calar diante disso”, destacou às mulheres.

Sem entrar em detalhes, a Record TV em Goiânia afirmou ao Notícias da TV que a jornalista foi demitida por motivos profissionais.

Compartilhe
0
0

Julia Renó

Jornalista, 24 anos. Natural de São José dos Campos (SP), onde vive atualmente, após temporadas em Campo Grande (MS). Formada pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (MS), pós-graduanda em Jornalismo Investigativo pela Universidade Anhembi Morumbi e voluntária da ONG Fraternidade sem Fronteiras, integra o time de jornalistas do Grupo Comunique-se desde julho de 2020.

Megalive do Prêmio Comunique-se 2021

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro



Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata



Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata