COMUNICAÇÃO

Jornalista candidata à prefeitura sofre atentado em São Vicente

Solange Freitas

A jornalista e candidata à prefeitura de São Vicente (SP), Solange Freitas, sofreu atentado na tarde da última quarta-feira (11), seu carro foi alvo de cinco tiros. O fato assustou a população e como todo caso envolvendo figuras políticas, dividiu opiniões sobre quem seria o culpado e o motivo do crime.

O caso, que segue em investigação pela polícia, já teve uma confissão de crime, mas foi rejeitada. De acordo com o jornal A Tribuna, um homem se apresentou à delegacia dizendo ser o culpado pelo crime, mas a versão contada por ele não condiz com as investigações e se limita ao que aparece no vídeo divulgado pela imprensa.

Algumas pessoas da cidade, no entanto, apontam que o atentado pode ser falso, alegando que após o ocorrido, a popularidade de Solange entre os eleitores aumentou. No último domingo, a jornalista foi para a disputa do segundo turno.

Em entrevista ao jornal El País, Solange conta que tem sofrido ataques nas redes sociais desde maio, quando decidiu trocar a carreira de repórter pela política, mas nunca ataques físicos. “Não com ataques como esse de tiros. Sempre foram tentativas de desgastar a minha imagem. Muitas fake news, denúncias mentirosas, tanto que tive que entrar com muitas ações na Justiça”, afirma.

Leia mais:

Record TV e Globo investem em tecnologia para cobertura das eleições
Jornalista que chamou Trump de ‘tartaruga obesa’ diz estar arrependido

Nas redes sociais, usuários levantaram suspeitas sobre quem teria organizado o crime. Em comunicado na conta oficial de Solange Freitas sobre o atentado, a jornalista recebeu o apoio dos seguidores. Em outros tuítes, usuários acusaram a candidata.