Portal Comunique-se

Preso por causa de sequestro de jornalista, deputado pode ser cassado

jalser renier - deputado estadual - preso
Jalser Renier: preso e abandonado pelos colegas de parlamento. (Imagem: ALERR)

Jalser Renier está detido desde a última sexta-feira

Compartilhe

De figura importante no poder Legislativo local a político preso, sem apoio de colegas e com possibilidade de perder o mandato. Essa é a situação de Jalser Renier (Solidariedade). Ex-presidente da Assembleia Legislativa de Roraima e deputado estadual desde 1994, ele está atrás das grades desde a última sexta-feira, 1º de outubro, quando se tornou alvo das investigações sobre o sequestro de um jornalista. Agora, por causa disso, vê o pedido de cassação virar notícia.

Leia mais:

Jalser Renier foi preso porque de acordo com autoridades policiais, ele seria o mandante do sequestro (e tortura) do jornalista Romano dos Anjos, em outubro do ano passado. E a prisão foi validada pelos demais deputados estaduais de Roraima. Em votação realizada na segunda-feira, 4, eles decidiram que o integrante do Solidariedade deveria seguir atrás das grades. Foram 17 votos favoráveis à manutenção da prisão e nenhum contrário, informou o portal R7. Para os parlamentares, há indícios da participação do político no crime contra o comunicador — que é apresentador da TV Imperial, afiliada da Record em Boa Vista.

“Não pode haver missão mais difícil que relatar matéria dessa gravidade contra um parlamentar que convive com a gente, ainda mais difícil envolvendo policiais da corporação da qual eu sou integrante”, afirmou o deputado estadual Coronel Chagas (PRTB). “Mas o que encontramos nos autos firma a convicção de que todos os pressupostos e requisitos funcionais para a prisão do deputado Jalser estão presentes”, prosseguiu Chagas.

Jalser Renier pode perder o mandato de deputado

Além de seguir atrás das grades, Jalser Renier pode perder o status de deputado estadual de Roraima. Isso porque na manhã desta terça-feira, 5, o PSL protocolou pedido para que ele tenha o mandato parlamentar cassado. A justificativa do partido, conforme registrado pelo portal da Folha BV, foi quebra de decoro. A sigla ainda solicitou o imediato afastamento dele do cargo público.

“Resta evidenciada a prática dos crimes pelos quais o representado foi denunciado, crimes graves, e incompatíveis com o exercício do cargo de deputado estadual, uma vez que para a consumação de algumas dessas condutadas [sic], o Sr. Jalser Renier se valeu de sua função, de forma ilícita, violando o decoro parlamentar”, diz trecho do pedido feito pelo PSL.

O documento do PSL foi entregue à Assembleia Legislativa de Roraima pelo deputado federal e presidente estadual do partido, Nicoletti, e pelo advogado Alex Ladislau. Para embasar a solicitação, a legenda anexou reportagens sobre a prisão de Jalser e menciona que, segundo denúncias, ele estaria envolvido em seis tipo diferentes de crimes: organização criminosa, violação de sigilo funcional, peculato, exercício ilegal da profissão, obstrução de investigação e lavagem de dinheiro.

Prisão de Jalser Renier

Veja, abaixo, o momento em que o deputado estadual Jalser Renier foi detido em Boa Vista:

Compartilhe
0
0

Anderson Scardoelli

Jornalista, 31 anos. Natural de São Caetano do Sul (SP) e criado em Sapopemba, distrito da zona lesta da capital paulista. Formado em jornalismo pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e com especialização em jornalismo digital pela ESPM. Trabalhou de forma ininterrupta no Grupo Comunique-se durante 11 anos, período em que foi de estagiário de pesquisa a editor sênior. Em maio de 2020, deixou a empresa para ser repórter do site da Revista Oeste. Após dez meses fora, voltou ao Comunique-se como editor-chefe, cargo que ocupa atualmente.

Papo de Redação

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro



Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata



Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata