Portal Comunique-se

Com mais de 60 anos, jornalista investe na carreira de youtuber

Com mais de 60 anos, jornalista investe na carreira de youtuber
Cristina Angelini criou o canal em agosto de 2020. (Imagem: divulgação).

Cristina Angelini atuou em veículos de comunicação por 40 anos

Compartilhe

Mudar de carreira após os 60 anos. A ideia, que pode ser impensável para muitas pessoas, foi a decisão de Cristina Angelini, jornalista que foi na contramão do senso comum e, aos 66 anos, investiu na carreira digital para tornar-se youtuber.

Leia mais:

A ideia da virada em sua vida profissional surgiu em 2020, após uma conversa com o monge budista Hernan Vilar, segundo aponta material enviado ao Portal Comunique-se. Até o momento desse diálogo, seu objetivo era seguir carreira acadêmica após aposentar-se das redações. Cristina realizou, inclusive, pós-graduação e mestrado com esse objetivo.

Com o início da pandemia da Covid-19, o plano começou a ganhar forma, com investimentos em equipamentos e início de contato com as pessoas que participaram deste novo momento profissional. Afinal, os vídeos contam com participações especiais a cada episódio.

Em agosto do último ano, o Canal Angelini saiu do papel. Sob a temática de religião e espiritualidade, os conteúdos produzidos e publicados mostram uma parte do que desenvolveu ao longo de 40 anos de carreira no jornalismo: a condução de entrevistas.

“Meu objetivo é trazer conhecimento sobre as mais diversas religiões, crenças e filosofias de vida. É mostrar como a espiritualidade é importante para nos mover positivamente, criar energias salutares, encarar os problemas com um pouco mais de calma e clareza, promover a cultura da paz e a cultura do encontro. Acabar com os pré-julgamentos e pré-conceitos”, afirma Cristina Angelini.

Essa é sua primeira experiência como empreendedora, o que, inclusive, nunca havia pensado em se tornar. Na trajetória profissional, teve a carteira de trabalho assinada por alguns dos maiores veículos de comunicação do Brasil, como TV Globo, TV Record, TV Bandeirantes, Jornal da Tarde e Rádio Eldorado.

A jornalista relata que sente ter iniciado em um bom momento, quando as pessoas buscavam ampliar sua conexão com a espiritualidade, o que reflete os resultados alcançados até o momento. “Ter iniciado essa jornada no início da pandemia me motivou ainda mais, pois as pessoas tiveram tempo de dar mais atenção à espiritualidade. Estou muito feliz com o retorno”, revela.

Canal Angelini há mais de um ano no ar

O início da jornalista no YouTube já completa mais de um ano. No período, foram realizadas mais de 60 entrevistas, que renderam cerca de 129 mil visualizações e conquistaram mais de 4 mil inscritos na plataforma online.

Sobre o novo momento e os resultados conquistados, Cristina destaca que a carreira de youtuber é trabalhosa, mas realizadora. “Quando você faz o que gosta, quando sente que está cumprindo seu propósito, empreender é fácil, dá trabalho, mas é realizador. Se preocupe sempre com o seu conteúdo e tudo se ajeita no seu tempo. Acredite!”, aconselha.

Compartilhe
0
0

Julia Renó

Jornalista, 23 anos. Natural de São José dos Campos (SP), onde vive atualmente, após temporadas em Campo Grande (MS). Formada pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (MS) e voluntária da ONG Fraternidade sem Fronteiras, integra o time de jornalistas do Grupo Comunique-se desde julho de 2020.

Papo de Redação

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro



Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata



Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata