COMUNICAÇÃO

TV Globo prioriza jornalismo em tempos de coronavírus

globo - logo - mari palma - tino marcos - victor bonini - jornalismo esportivo - glenda kozlowski - jornalismo - coronavírus
(Imagem: divulgação/Globo)

Emissora tira atrações de entretenimento do ar e estende edições de noticiários locais e nacionais

Ação informativa no combate ao coronavírus faz TV Globo lançar mais um produto em seu departamento de jornalismo

O jornalismo ganha mais tempo na programação da TV Globo. A partir desta semana, a emissora amplia o tempo diário de alguns de seus telejornais e lança mais um noticiário matinal. Tudo para melhor informar os brasileiros sobre a pandemia do coronavírus, segundo a direção da própria emissora. Em contrapartida, atrações do núcleo de entretenimento e variedades deixam a grade. ‘Mais Você’, ‘Encontro’, ‘Globo Esporte’ e ‘Se Joga’ deixam de ser exibidos por tempo indeterminado.

Leia mais:

Com as mudanças, que começaram a ser implementadas nesta segunda-feira, 16, a parte informativa será responsável por 11 horas ao vivo e consecutivas exibidas na tela da TV Globo. Faixa que irá das 4h, com o ‘Hora 1’, até às 15h, com a versão já estendida do ‘Jornal Hoje’. Entre os programas ancorados por Roberto Kovalick e Maria Júlia Coutinho, o jornalismo dominará a programação do canal com outros cinco produtos. O veículo exibirá em sequência: ‘Bom Dia, Praça’, ‘Bom Dia, Brasil’, ‘Combate ao Coronavírus’, ‘Praça TV – 1ª Edição’ e ‘Jornal Hoje’.

Novidade, o especial ‘Combate Coronavírus’ estreia com apresentação de Márcio Gomes. No ar por tempo indeterminado, o programa se apoia na participação diária de dois especialistas convidados. À dupla caberá tirar dúvidas dos telespectadores. A atração informativa também conta com a estrutura oferecida pelo departamento de jornalismo da Rede Globo e afiliadas. “Apresentadores e repórteres de todo o Brasil e do mundo trarão as últimas informações sobre o avanço da doença: dados, estatísticas e orientações das autoridades públicas, de maneira clara e bem didática para deixar a população a par de tudo”, informa a emissora em comunicado divulgado em sua sala de imprensa virtual.

‘JN’ e boletins

Além da sequência ao vivo da madrugada ao período vespertino, o jornalismo da TV Globo terá uma versão ampliada do ‘Jornal Nacional’. O telejornal de William Bonner e Renata Vasconcellos passa a ter 50 minutos diários. Fora isso, a emissora anuncia que contará com boletins informativos sobre o coronavírus ao longo de toda a programação. “É possível fazer jornalismo mitigando os riscos, evitando contatos físicos e redobrando medidas de higiene”, informa a emissora.

“Assim como o chamado distanciamento social – evitar contato físico –, a informação é uma das mais poderosas armas contra o vírus. E o jornalismo da Globo dará a sua contribuição”

Atrações suspensas

Enquanto a pandemia de coronavírus faz a TV Globo ampliar o espaço dedicado ao jornalismo, produções são interrompidas. E suas exibições estão suspensas por tempo indeterminado. É o caso do ‘Mais Você’. Com a apresentadora Ana Maria Braga em tratamento contra um câncer e o produtor Mateus Luz voltando da Itália, país que soma centenas de mortos por causa do Covid-19, a atração já não foi ao ar nesta segunda-feira. O dia serviu para a emissora exibir — nesta fase — as últimas edições de ‘Encontro’, ‘Globo Esporte’ e ‘Se Joga’.

Por questões de segurança, gravações do núcleo de dramaturgia da TV Globo estão interrompidas. Atitude que fará com que ao decorrer das próximas semanas as novelas ‘Éramos Seis’, ‘Salve-se Quem Puder’ e ‘Amor de Mãe’ deixarão a tela. Nos lugares, folhetins exibidos recentemente pela emissora serão reprisados. “Evitar o contato físico é fundamental na estratégia da sociedade para conter a expansão do vírus. E não há novelas sem abraços, apertos de mãos, beijos, festas, cenas de briga, cenas de amor, cenas de carinho, tudo aquilo que reflete a vida real, mas que, hoje, não pode ser encenado em segurança”, avisa a direção da emissora.

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!

COMENTAR

COMENTAR