Portal Comunique-se

Última voz do ‘Repórter Esso’ se cala

jornalista roberto figueiredo - repórter esso
O jornalista Roberto Figueiredo. (Imagem: Reprodução)

Jornalista Roberto Figueiredo morre aos 87 anos

Compartilhe

Responsável por apresentar a última edição da história do ‘Repórter Esso’, noticiário que marcou época na imprensa brasileira, o jornalista Roberto Figueiredo morreu na última terça-feira, 27. Aos 87 anos, ele havia recentemente recebido alta do Hospital São Lucas, no Rio de Janeiro, onde permaneceu internado por 15 dias em tratamento contra a Covid-19, informou o portal G1.

Leia mais:

Além de ter entrado para a história do jornalismo brasileiro, por ter conduzido a derradeira edição do ‘Repórter Esso’ em dezembro de 1968, Roberto Figueiredo fez carreira nos meios radiofônico e televisivo. Trabalhou, por exemplo, na TV Tupi e nas rádios Nacional, Tupi, Roquette Pinto e Globo. Ele ainda se aventurou na política partidária, chegando a exercer um mandato como deputado estadual do Rio de Janeiro pelo PTB.

O jornalista Roberto Figueiredo deixa a mulher e quatro filhos: Diogo, José Roberto, Márcia e Roberta.

Compartilhe
0
0

Anderson Scardoelli

Jornalista, 31 anos. Natural de São Caetano do Sul (SP) e criado em Sapopemba, distrito da zona lesta da capital paulista. Formado em jornalismo pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e com especialização em jornalismo digital pela ESPM. Trabalhou de forma ininterrupta no Grupo Comunique-se durante 11 anos, período em que foi de estagiário de pesquisa a editor sênior. Em maio de 2020, deixou a empresa para ser repórter do site da Revista Oeste. Após dez meses fora, voltou ao Comunique-se como editor-chefe, cargo que ocupa atualmente.

Papo de Redação

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro



Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata



Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata