AUDIÊNCIAS

Eliminação do Palmeiras rende audiência recorde ao Fox Sports

(Imagem: reprodução/Fox Sports)

Válido pelas quartas de final da Taça Libertadores, jogo Palmeiras X Grêmio rendeu números históricos ao canal esportivo. Fox Sports foi bem na audiência

Não foi só a torcida do Grêmio quem teve o comemorar na noite de terça-feira, 27. Ao vencer o Palmeiras por 2 a 1, o time gaúcho eliminou o oponente e se classificou a semifinal da Taça Libertadores da América. Canal responsável por exibir o jogo decisivo com exclusividade na televisão brasileira, o Fox Sports registrou audiência elevada.

Leia mais:

Com exclusividade, o site Observatório da Televisão divulgou os dados de audiência alcançados pelo Fox Sports com a exibição do confronto futebolístico. Reportagem assinada por Gabriel Vaquer destaca, entre outros pontos, que a partida levou a emissora a bater 15,35 pontos no Painel Nacional de Televisão (PNT). Número que simbolizou “recorde histórico” para o veículo que opera no Brasil desde 2012.

O Fox Sports registrou média de 9,56 pontos no Ibope ao decorrer do embate entre Palmeiras e Grêmio, isso na praça da Grande São Paulo. No âmbito nacional, a média foi de 9,04. O Observatório da Imprensa informa, ainda, que a partida fez a marca que “torce junto” alcançar um total de 3,17 milhões de telespectadores. Volume que superou os 2,5 milhões alcançados no jogo de ida.

Domínio no nicho

Com a cobertura do jogo da Libertadores, o Fox Sports dominou a audiência no quesito canais esportivos presentes na TV por assinatura. O canal teve 96% de share (participação entre televisores ligados) durante a bola rolando — das 21h30 às 23h20. Ou seja, de 100 televisores ligados na faixa horária, 96 estavam sintonizados em Palmeiras X Grêmio.

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!

COMENTAR

COMENTAR