AUDIÊNCIAS

GZH comemora recorde de audiência no 1º tri de 2021

gzh
Imagem: Divulgação/Grupo RBS

Portal de notícias do Grupo RBS começou o ano com números positivos

Crescimento de audiência, de assinantes e de receita. Foi dessa forma que o GZH, portal de notícias mantido pelo Grupo RBS, encarou o primeiro trimestre de 2021. Conquistas que, segundo a direção do próprio veículo de comunicação, reforçam o intuito de manter o público engajado.

Leia mais:

Na parte de audiência o período de janeiro a março deste ano foi de recorde, sobretudo por meio do super app de GZH. Foram 30,7 milhões de visualizações somente pelo aplicativo. No comparativo com o primeiro trimestre de 2020, o número de visitantes únicos aumentou 15%, enquanto o de páginas visualizadas teve elevação de 27%.

Ainda no quesito conquista de público, na soma do aplicativo com o site, o GZH contabilizou 238,8 milhões de pageviews no primeiro trimestre deste ano. Para comemorar os bons resultados, a home do portal jornalístico ganhou novo design nesta semana.

Receita e assinantes

Para o GZH, também evoluíram os quesitos receita e volume de assinantes. Sem revelar muitos detalhes, o comando do Grupo RBS fala em faturamento 4% acima do planejado, além de meta de vendas superada em 35%. Resultado: no fim de março, o projeto alcançou a maior base de assinantes de sua história, com crescimento de 16% em relação ao fim de fevereiro.

“Demonstra a confiança do público no nosso jornalismo e propósito”

“Em tempos tão desafiadores, informação relevante e confiável nunca foi tão importante. GZH permite que nosso alcance se amplie e que estejamos perto de todos os gaúchos”, afirma a gerente-executiva de marketing da marca GZH, Camila Leães. “O resultado das assinaturas digitais demonstra a confiança do público no nosso jornalismo e propósito, além apontar para a natural adoção das plataformas digitais como meio de consumo de informação”, complementa.

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Jornalista, 31 anos. Natural de São Caetano do Sul (SP) e criado em Sapopemba, distrito da zona lesta da capital paulista. Formado em jornalismo pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e com especialização em jornalismo digital pela ESPM. Trabalhou de forma ininterrupta no Grupo Comunique-se durante 11 anos, período em que foi de estagiário de pesquisa a editor sênior. Em maio de 2020, deixou a empresa para ser repórter do site da Revista Oeste. Após dez meses fora, voltou ao Comunique-se como editor-chefe, cargo que ocupa atualmente.

COMENTAR

COMENTAR