Portal Comunique-se

Luto: Brasil perde Arthur Xexéo, um mestre do jornalismo

arthur xexéo - mestre do jornalismo - cultura - luto
Arthur Xexéo na edição 2019 do Prêmio Comunique-se, onde era reverenciado como "Mestre do Jornalismo". (Imagem: Divulgação)

Ele tinha 69 anos e estava em tratamento contra um linfoma

Compartilhe
banner - aniversário - comunique-se (1)

Um dia triste para o Brasil. O jornalismo e a cultura do país perderam o talento de Arthur Xexéo na noite deste domingo, 27. Aos 69 anos, ele travava luta contra um linfoma, câncer no sistema linfático. A morte dele foi divulgada inicialmente na imprensa pelo blog editado por Ancelmo Gois, seu colega de O Globo.

Leia mais:

Com mais de 40 anos de carreira na imprensa, Xexéo foi um profissional multimídia e reconhecido pelo público e pela classe jornalística por seu trabalho na cobertura cultural. No impresso, começou no Jornal do Brasil no fim da década de 1970 e, posteriormente, passou pelas revistas IstoÉ e Veja, retornou ao JB e era colunista de O Globo desde 2000.

Em paralelo ao trabalho desenvolvido para o jornal O Globo, onde também atuou como editor, Arthur Xexéo ganhou vez em outros veículos de comunicação mantidos pelo Grupo Globo. Na televisão aberta, participou como comentarista de edições do Oscar e, ultimamente, marcava presença em atrações na GloboNews.

Xexéo também deixou a sua colaboração no meio radiofônico. Era um dos contratados da CBN. Na emissora, estrelou durante anos o quadro ‘Liberdade de Expressão’ ao lado de Carlos Heitor Cony. Até o início do mês, foi responsável por outros dois quadros: ‘Carioquices’ e ‘Crônica de Sexta’ — no qual em sua última participação, no dia 11 de junho, afirmou ser “uma vergonha o que Bolsonaro está fazendo” (ao se referir a atuação do presidente da República em favor da desobrigatoriedade do uso de máscara de proteção facial no país).

Mestre do Jornalismo

Reconhecido por seus pares e pelo público em geral, Arthur Xexéo faz parte da história do Prêmio Comunique-se, sendo o maior vencedor da divisão de ‘Cultura – Mídia Escrita’. Com seis vitórias na subcategoria, ele integrava a galeria de “Mestres do Jornalismo” do evento. Neste ano, devido à contribuição à CBN e à GloboNews, o jornalista foi um dos indicados na parte de ‘Cultura – Mídia Falada’.

Além do jornalismo

Ao abordarem a carreira de Arthur Xexéo, as equipes do G1 e da GloboNews destacaram que ele não se limitou ao jornalismo. O portal relembrou de trabalhos como escritor, como nos casos da biografias da autora de novelas Janete Clair e da apresentadora Hebe Camargo. O canal de televisão, por sua vez, destacou a atuação dele como autor de peças teatrais.

Luta contra o câncer

De acordo com o G1, Arthur Xexéo foi diagnosticado com linfoma há apenas duas semanas, chegando a realizar a primeira sessão de quimioterapia na última quinta-feira, 24. Horas após o procedimento, passou mal e foi internado na Clínica São Vicente, na zona sul do Rio de Janeiro. Na sexta, chegou a ter uma parada cardiorrespiratória, o que, segundo os médicos, provocou a morte na noite deste domingo.

Xexéo deixa o marido Paulo Severo, com quem convivia há mais de 30 anos.

Compartilhe
9
1

Anderson Scardoelli

Jornalista, 31 anos. Natural de São Caetano do Sul (SP) e criado em Sapopemba, distrito da zona lesta da capital paulista. Formado em jornalismo pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e com especialização em jornalismo digital pela ESPM. Trabalhou de forma ininterrupta no Grupo Comunique-se durante 11 anos, período em que foi de estagiário de pesquisa a editor sênior. Em maio de 2020, deixou a empresa para ser repórter do site da Revista Oeste. Após dez meses fora, voltou ao Comunique-se como editor-chefe, cargo que ocupa atualmente.

banner-portal-cse-semana-do-cliente-dino (1)

Papo de Redação

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro



Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata



Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata