ESPECIAIS

O homem de 100 capas de revista

cláudio gatti - fotojornalista nível exportação - istoé dinheiro - lethicia galo
Cláudio Gatti em um dos raros momentos em que foi de trás para frente das câmeras. (Imagem: Lethicia Galo)

Paixão por contar histórias através de imagens é o que move o fotógrafo Cláudio Gatti

Tendo a arte de “humanizar” executivos, ele chega à centésima foto de capa da revista IstoÉ Dinheiro

“A foto não é o primo pobre da redação”. Tendo esse pensamento em mente, o fotógrafo Cláudio Gatti se move no jornalismo brasileiro. Movimento que faz com que nesta semana seja estampada em bancas de jornais — e nas redes sociais — a centésima capa da revista IstoÉ Dinheiro que apresenta em destaque uma imagem que surge a partir de seu olhar aguçado. Trabalho que há 17 anos vem combinando criatividade, poder de argumentação e faro jornalístico — apesar da formação em engenharia mecânica pela Universidade Braz Cubas, em Mogi das Cruzes (MG).

Leia mais:

A capa da atual edição da IstoÉ, ilustrada pela centésima vez por meio das lentes de Cláudio Gatti, apresenta os principais elementos que o fotógrafo vem há anos tentando imprimir. A foto apresenta o engenheiro naval Casemiro Tércio Carvalho, diretor-presidente do Porto de Santos há um ano, segurando um leme. E isso em pleno cais. Em um fim de tarde chuvoso no litoral paulista. Registro que foi muito além de ser mero apoio para a reportagem. Serviu para pautar o título da matéria que gira em torno da possível privatização do porto.

A capa de número 100

cláudio gatti fotógrafo - capa 100 para a revista istoé dinheiro
Foto de Cláudio Gatti rendeu mais uma capa para a IstoÉ Dinheiro. (Imagem: divulgação)

O novo rumo do Porto de Santos” foi a manchete definida pela direção da IstoÉ Dinheiro para acompanhar a foto registrada por Cláudio Gatti. A capa de número 100 do profissional para a revista da Editora Três deu trabalho. E contou com criatividade, suor, sorte e “cara de pau”. O leme foi pego emprestado da sala de um funcionário da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp). “Antes mesmo de entrevistarmos o Tércio, fiquei com a sensação de que o leme poderia ser útil para o meu trabalho”, conta o fotojornalista em contato com a reportagem do Portal Comunique-se.

Ao chegar ao Porto de Santos, chuva. Condição que foi usada a favor da fotografia, endossa Cláudio Gatti. “Já pensei em aproveitar as poças d’água luz para mostrar o Tércio guiando o porto, como um comandante de navio”, destaca. Para isso, porém, seria necessário que a chuva cessasse antes do anoitecer. E aí, além da criatividade e do poder de comunicação em convencer o executivo a aceitar posar para fotos mais descontraídas, veio a sorte. A chuva parou de cair sobre o Porto de Santos ao fim da tarde. Resultado: capa de revista! A centésima da IstoÉ Dinheiro com o clique de Cláudio Gatti.

100 capas & estreia

Para realizar o trabalho que rendeu a sua capa de número 100 para a IstoÉ Dinheiro, Cláudio Gatti contou com a parceria de um novo colega de trabalho. Além de suas imagens, o material publicado pela revista tem reportagem e texto de Sérgio Vieira. Jornalista que emplacou a sua primeira matéria de capa do impresso sobre economia e negócios. Isso porque ele foi contratado pela Editora Três na última semana. E teve a estreia elogiada pelo parceiro de trabalho. “Enquanto eu montava o equipamento [em pleno cais], brincando com o reflexo, pensando em como usar o leme e como ‘casar’ com a pauta [sobre a privatização do Porto de Santos], o Sérgio entrevistou o Tércio no carro. Entrevista que durou uma hora e meia”, revela o fotógrafo sobre mais um episódio de “glamour” do jornalismo.

Humanizando executivos

A imagem estrelada por Casemiro Tércio Carvalho não é a primeira assinada por Cláudio Gatti que mostra um executivo brasileiro para além da formalidade de terno e gravata. Ao decorrer dos últimos anos, ele tem atuado para “humanizar” gestores, empresários e empreendedores. Trabalho que além das 100 capas emplacadas na IstoÉ Dinheiro conta com registros na Veja, na IstoÉ Dinheiro Rural e em outras publicações. Pelas lentes do experiente fotojornalista, Ivan Zurita (ex-presidente da Nestlé), por exemplo, apareceu se embebedando de Leite Ninho.

claudio gatti - ivan zurita - fotógrafo da istoé dinheiro
Fotojornalista mostrou que Ivan Zurita, da Nestlé, também tomava leite. (Imagem: Cláudio Gatti)

Carlos Wizard, por sua vez, já teve o rosto pintado com as cores da bandeira do Reino Unido e, em outra oportunidade, se deitou em banco de praça com um livro em mãos. Luciano Hang posou envolto à bandeira do Brasil sobre a asa de um avião. Presidente do Bradesco, Octavio de Lazari já subiu sorridente num galho de árvore em plena Cidade de Deus, bairro em Osasco (SP) que abriga a sede da empresa. João Doria Jr. figurou descalço em pleno Parque do Ibirapuera. Presidente da Vitacon, Alexandre Frankel foi — de bicicleta e roupa social — suspenso por guindaste em meio a arranha-céus da capital paulista.

Fotos

11/05/2017 Carlos Wizard.Foto.Claudio Gatti
Carlos Wizard em versão britânica. (Imagem: Cláudio Gatti)
cláudio gatti fotógrafo - capa 100 para a revista istoé dinheiro - carlos wizard
Fotojornalista mostrou o empresário Carlos Wizard em momento de descanso. (Imagem: Cláudio Gatti)
claudio gatti - luciano hang
Luciano Hang se preparando para voar rumo ao sucesso nos negócios. (Imagem: Cláudio Gatti)
26/04/2018 Octavio de Lazari Presidente do Bradesco.Foto.Claudio Gatti
Presidente do Bradesco, Octavio de Lazari subiu em cima da árvore. (Imagem: Cláudio Gatti)
cláudio gatti fotógrafo - capa 100 para a revista istoé dinheiro - doria
João Doria Jr. em versão sem terno, sem gravata e… sem calçado. (Imagem: Cláudio Gatti)
cláudio gatti fotógrafo - capa 100 para a revista istoé dinheiro - vitacon
Alexandre Frankel, da Vitacon, foi mais um a aceitar a ideia do fotojornalista da IstoÉ Dinheiro. (Imagem: Claudio Gatti)

Trabalho tipo exportação

A humanização de executivos fez com que o trabalho de Cláudio Gatti fosse para além das páginas — e capas — da IstoÉ Dinheiro. Imagens registradas pelo fotógrafo já ganharam espaço pelo mundo. Em outubro de 2017, uma seleção de fotos dele — sempre mostrando empresários de modo irreverente — formou exposição em pleno Carrousel du Louvre, em Paris (França). De junho a novembro de 2019, sua arte esteve presente na Bienal de Veneza, na Itália. Seja em exposições internacionais ou em busca de mais um capa de revista no Brasil, Cláudio Gatti é enfático: segue tendo paixão em contar histórias por meio da fotografia. Sorte do público.

claudio gatti - paris
Exposição com fotos de Cláudio Gatti em Paris. (Imagem: reprodução/IstoÉ Dinheiro)

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!

COMENTAR

COMENTAR