Portal Comunique-se

Com apoio do Google, grupo lança plataforma contra “deserto de notícias”

rede de notícias - estado de minas - google - deserto de notícias
(Imagem: Reprodução/Rede de Notícias)

Projeto chega com a proposta de receber informações sobre o que ocorre em todos os municípios mineiros

Compartilhe
banner - aniversário - comunique-se (1)

Unir em um único ambiente virtual conteúdos a respeito dos 853 municípios de Minas Gerais. É dessa forma que a direção do grupo Diários Associados, responsável entre outros títulos pelo jornal Estado de Minas, apresenta ao público a plataforma Rede de Notícias. Realizado em parceria com o Google, o projeto, que segundo seus organizadores está no ar há dois meses, permite que comunicadores tenham acesso a trabalhos (e receitas) mesmo fora dos grandes centros urbanos mineiros.

Leia mais:

Com o apoio do Google e de todo o seu núcleo de fomento à produção jornalística no digital, a Rede de Notícias chegou com a missão de combater o “deserto de notícias” em Minas Gerais — localidades em que não há nenhum veículo de comunicação local independente. Para isso, a plataforma, já disponível na internet, permite que um jornalista baseado em qualquer região do estado sudestino cadastre-se para, consequentemente, sugerir pautas, produzir conteúdos e receber pagamentos por esses trabalhos.

Em suma, o novo projeto permite que profissionais atuem como correspondentes do Estado de Minas e de outros veículos de comunicação mantidos pela divisão mineira do grupo Diários Associados, como o Portal Uai e o site Superesportes. Em pouco mais de dois meses de atividade, a plataforma foi responsável pela publicação de mais de 900 reportagens. Em meio à pandemia, matérias sobre vacinação e outras ações de combate à Covid-19 ganharam destaque.

A Rede de Notícias é mais uma grande inovação tecnológica e já estamos muito felizes com os primeiros resultados

Geraldo Teixeira da Costa Neto

“Ao longo de mais de 90 anos, buscamos sempre inovar no mercado de comunicação para garantir que nossos conteúdos cheguem às mãos dos nossos leitores como e onde eles preferirem”, comenta o diretor-executivo do grupo Diários Associados, Geraldo Teixeira da Costa Neto. “A Rede de Notícias é mais uma grande inovação tecnológica e já estamos muito felizes com os primeiros resultados”, complementa o gestor à frente do mais novo projeto colaborativo da imprensa brasileira (e, sobretudo, mineira).

Estado de Minas, Rede de Notícias e Google News Initiative

A plataforma Rede de Notícias foi desenvolvida a partir de aporte financeiro capitaneado pelo Google News Initiative (GNI), divisão da gigante da internet que, conforme o nome sugere, direciona recursos a projetos considerados inovadores no jornalismo online. Nesse sentido, a equipe do Google vai no mesmo caminho do reportado por Costa Neto: animação com os números iniciais. E com o detalhe de que a solução para o desenvolvimento do projeto ajudou a minar a burocracia em relação à produção de conteúdo.

Uma plataforma que gera receita para os profissionais da área

Henrique Matos

“O Google busca apoiar iniciativas no jornalismo que, por meio da tecnologia, inovam criando soluções escaláveis aos maiores desafios do ecossistema”, afirma o diretor de parcerias de mídia no Google Brasil, Henrique Matos. “A Rede de Notícias desenvolveu uma plataforma que gera receita para os profissionais da área e busca minimizar um problema que afeta não só o Brasil, mas diversos países no mundo, que é a ausência de cobertura jornalística fora dos grandes centros, o chamado deserto de notícias”, continua o executivo, que coloca a população como grande beneficiada de tal iniciativa.

Diminuindo o “deserto de notícias” mineiro

O termo citado por Henrique Matos não surge por acaso. De acordo com a edição 2020 do Atlas da Notícia, cerca de 70% dos municípios de Minas Gerais não contavam com nenhum veículo de comunicação local sequer. Ou seja: enfrentavam um “deserto” de informações. A partir do projeto, no entanto, o cenário vem apresentando mudanças. Dessa forma, cidades como Arceburgo, Guanhães, Malacacheta, Dom Cavati e Ponte Nova conseguiram surgir no noticiário do Estado de Minas.

Já estamos colhendo frutos deste trabalho. Temos cases de aumento de 30% de audiência

Geraldo Teixeira da Costa Neto

“Sempre tivemos um comprometimento com Minas Gerais e trazer um olhar hiperlocal para um estado que possui quase a extensão da França é um desafio enorme de produção”, observa Geraldo Teixeira da Costa Neto. “Temos, pouco a pouco, intensificado nossa cobertura jornalística por meio de repórteres sitiados em várias regiões de Minas e já estamos colhendo frutos deste trabalho. Temos cases de aumento de 30% de audiência em algumas regiões do estado”, admite o diretor-executivo dos Diários Associados.

Correspondentes espalhados por Minas Gerais

O aumento de produção de conteúdo — e de audiência — passa pela colaboração ostensiva de profissionais espalhados por todo o estado mineiro. Atualmente, mais de 80 repórteres estão devidamente cadastrados na plataforma, que está disponível para graduados em jornalismo e que, entre outras editorias, tenham interesse em temas como esportes, cultura, política, economia e saúde.

É o caso, por exemplo, de Renato Manfrim. O jornalista demonstra gratidão pela oportunidade de atuar como colaborador diretamente da região do Triângulo Mineiro. “Sinto-me muito feliz e agradeço a Deus por ter a oportunidade de apresentar esses fatos para os milhões de leitores do conceituado Estado de Minas, um jornal que sempre admirei desde o início da minha profissão”, comenta, a respeito do veículo de comunicação sediado na capital Belo Horizonte.

A fonte de renda também é boa, pois consigo conciliar com outro trabalho

Camilla Dourado

Camilla Dourado surge como correspondente do Sul de Minas Gerais. E também enaltece o surgimento da Rede de Notícias. “Minha experiência tem sido ótima. A plataforma é fácil e prática de mexer. Sem contar com a equipe que te dá um suporte. A fonte de renda também é boa, pois consigo conciliar com outro trabalho e, ainda, passei a gravidez trabalhando no conforto da minha casa”, conta. Para ela, o mais fascinante é poder dar destaque a quem até pouco tempo atrás não conseguia espaço algum na mídia. “O EM tem uma abrangência grande e reportar os acontecimentos do interior é muito importante. Não só os problemas do dia a dia, mas temos personagens com histórias bacanas que merecem ter voz”, vibra a jornalista.

Integração da Rede de Notícias com o Ad Manager

Agora, além de permitir que jornalistas como Camilla Dourado e Renato Manfrim produzam conteúdos (e recebam por isso), a Rede de Notícias se prepara para avançar no quesito rentabilização. A plataforma está em vias de disponibilizar integração com outra ferramenta do Google, o Ad Manager. Assim, a partir da compra e venda de anúncios, a plataforma permitirá que moradores de determinado município mineiro possam exercer a função de representantes comerciais, negociando espaços publicitários para usuários de determinada região do estado. O montante a ser movimentado servirá, justamente, para gerar receita para os comunicadores dedicados a transformar, cada vez mais, Minas Gerais numa grande e verdadeira rede de notícias.

Compartilhe
0
0

Anderson Scardoelli

Jornalista, 31 anos. Natural de São Caetano do Sul (SP) e criado em Sapopemba, distrito da zona lesta da capital paulista. Formado em jornalismo pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e com especialização em jornalismo digital pela ESPM. Trabalhou de forma ininterrupta no Grupo Comunique-se durante 11 anos, período em que foi de estagiário de pesquisa a editor sênior. Em maio de 2020, deixou a empresa para ser repórter do site da Revista Oeste. Após dez meses fora, voltou ao Comunique-se como editor-chefe, cargo que ocupa atualmente.

banner-portal-cse-semana-do-cliente-dino (1)

Papo de Redação

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro



Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata



Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata