AUDIÊNCIAS

Futebol feminino garante liderança na TV

futebol feminino - tv - audiência - marta - seleção brasileira - globo
(Imagem: divulgação/CBF)

Jogo da seleção brasileira foi exibida por Rede Globo e SporTV. Futebol feminino alcançou bons números na TV — tanto na aberta quanto na fechada

Para tristeza do seu Orlindo e da dona Vanda, pais deste editor, o ‘Globo Rural’ teve edição reduzida no último domingo, 10. Isso porque, no horário, a direção da Rede Globo decidiu exibir — ao vivo — um amistoso de futebol feminina. A mudança na grade não agradou o casal, mas caiu no gosto popular. A partida em que a seleção brasileira foi derrotada pela equipe chinesa nos pênaltis rendeu bons índices de audiência à emissora da TV aberta. O mesmo ocorreu com o SporTV. O veículo da Globosat foi responsável por transmitir o confronto para o público da televisão por assinatura.

Leia mais:

Informação do site Notícias da TV destaca que o futebol feminino fez a Rede Globo se manter à frente de suas principais concorrentes na briga pelo Ibope: Record TV e SBT. Mais do que ficar no primeiro lugar no Ibope, o jogo da seleção brasileira conquistou mais telespectadores do que outras produções do canal global. Na praça Grande São Paulo, a atração esportiva registrou média de 11,4 pontos de média. Superou, assim, o ‘Esporte Espetacular’ e o ‘Popstar’. Os programas tiveram, respectivamente, média de 11,2 e 11 pontos, de acordo com a aferição do Ibope.

O espaço para o futebol feminino também foi sucesso na TV fechada. Detentor dos direitos de transmissão da partida para a televisão por assinatura do país, o SporTV também exibiu Brasil X China. Assim como a Globo, o “canal campeão” assumiu a liderança do Ibope durante a transmissão do amistoso que contou com a presença da Rainha Marta. Ao garantir que obteve números com exclusividade, o site Observatório da Televisão pontua que a emissora do Grupo Globo liderou não apenas no segmento desportivo — no qual conseguiu 51% de share –, mas entre todo o line up da TV paga.

Tendência

“Desde a Copa do Mundo, realizada na França em junho e julho de 2019, o interesse pelo futebol feminino explodiu de vez no Brasil. A final do Campeonato Brasileiro entre Ferroviária e Corinthians, por exemplo, chegou a atingir pico de 6 pontos para Band e o terceiro lugar por 20 minutos. O dado é excelente para os padrões da emissora paulista”, reforça Gabriel Vaquer em sua matéria para o Observatório da Televisão.

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!

COMENTAR

COMENTAR