COMUNICAÇÃO

Rádio Globo-CBN perde locutor esportivo para a BandNews FM

caçapa - marcelo do ó deixa a rádio globo e vai para a bandnews fm
Futebol & sinuca: "Caçapa" é o bordão utilizado por Marcelo do Ó na hora de anunciar um gol. (Imagem: divulgação)

Marcelo do Ó deixa a equipe esportiva da Rádio Globo-CBN de São Paulo para trabalhar na BandNews FM

Mais uma movimentação na crônica esportiva neste início de 2020. O apresentador e narrador esportivo Marcelo do Ó, de 40 anos, resolveu trocar de emissora em São Paulo. Na noite de domingo, 9, ele pediu demissão do Sistema Globo de Rádio e já se acertou com a BandNews FM. É o que informa o projeto Cheni no Campo, de Anderson Cheni.

Leia mais:

Marcelo Do Ó deixa o time de esportes da Rádio Globo-CBN na semana em que completou cinco anos de casa. A despedida dele da empresa foi no jogo Santo André X São Paulo. Com direito a usar o bordão “caçapa” por três vezes, ele acompanhou a vitória da equipe do ABC por 2 a 1. A partida foi válida pela quinta rodada do Campeonato Paulista.

No novo emprego, Marcelo Do Ó terá a chance de seguir narrando jogos do Campeonato Paulista e de outras competições de futebol, como a Taça Libertadores da América. Segundo publicação do Cheni no Campo, a expectativa é que o narrador faça a sua estreia na BandNews FM no próximo fim de semana. Ele deve ser escalado para a transmissão de São Paulo X Corinthians.

Esportivo, não futebolístico

A bagagem de Marcelo do Ó na locução não se resume ao futebol. Com passagem pela 105 FM, ele já narrou mais de 40 modalidades diferentes. Entre outros projetos, o mais novo contratado da BandNews FM atuou no portal Terra e na Sky Sports. Na Rede TV, onde seguirá mesmo com o acerto com o veículo do Grupo Bandeirantes, ele trabalha como voz padrão e já narrou até partida de rugby.

marcelo do ó troca sistema globo de rádio pela bandnews fm
Marcelo do Ó no estúdio da Rádio Globo. Narrador deixa a emissora após 5 anos. (Imagem: arquivo pessoal)

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Orelhudo, observador e contador de histórias. Não necessariamente nessa ordem. De sua querida Estância Turística de Sapopemba, na zona leste de São Paulo, para o mundo. Graduado em jornalismo pela Uninove e com especialização em jornalismo digital pela ESPM, mas gosta mesmo de dizer que foi formado pelo Comunique-se. Trabalha na empresa há mais de 10 anos, indo de estagiário de pesquisa a editor sênior. No meio do caminho, foi estagiário de redação, trainee, subeditor, editor júnior e editor pleno. Gosta de escrever e de falar sobre (adivinhem?) jornalismo!

COMENTAR

COMENTAR