ESPECIAIS

Reinaldo Azevedo culpa Lava Jato e Bolsonaro por perda de empregos

reinaldo azevedo entrevista luiz inácio lula da silva - bandnews fm - o é da coisa - lava jato - jair bolsonaro - imprensa - empregos
Reinaldo Azevedo indica ter perdido três empregos na imprensa por causa da Lava Jato e de Bolsonaro | Imagem: Reprodução/BandNews FM

Jornalista falou sobre o assunto ao entrevistar o ex-presidente Lula

O jornalista Reinaldo Azevedo entrevistou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na noite de ontem, em edição especial de ‘O É da Coisa’, programa transmitido pela BandNews FM. Conforme registrado anteriormente, o conteúdo ganhou vez na internet e na televisão, sendo exibido de modo simultâneo pelo BandNews TV e pelo YouTube. Entre outros assuntos, a própria imprensa tornou-se assunto da conversa.

Leia mais:

Em determinado momento, Lula confidenciou que acompanhava diretamente da superintendência da Polícia Federal em Curitiba os programas conduzidos por Reinaldo Azevedo. O político permaneceu detido por um ano e sete meses na capital do Paraná, em decorrência de condenações no caso conhecido por “triplex do Guarujá”. Pelos microfones da BandNews FM, Reinaldo sempre afirmou que o petista havia sido condenado sem provas.

Ao admitir que acompanhava o trabalho de Reinaldo Azevedo, o ex-presidente afirmou que o PT não é contra a liberdade de imprensa e que nunca “mandou recados” para exercer algum tipo de pressão, mesmo quando o analista “triturava o PT, seja na Veja, seja Folha”. “Você nunca recebeu um recado meu, ‘puxa, o Lula está se queixando de você”, garantiu o antecessor de Dilma Rousseff no Palácio do Planalto.

“Lava Jato/Bolsonaro me tiraram três [empregos]”

Nesse sentido, o entrevistador reforçou a declaração do petista. “Dou testemunho eu mesmo. Fui um duro crítico do PT durante 13 anos. [Critico] muito duro, o presidente [Lula] sabe disso. E nunca perdi um emprego por causa disso”, comentou Reinaldo durante a edição especial de ‘O É da Coisa’. O jornalista, no entanto, pontuou que, segundo ele, outra questão o fez perder trabalhos na mídia. “Lava Jato/Bolsonaro me tiraram três [empregos]”, enfatizou o apresentador.

Reinaldo Azevedo não deu detalhes a respeito dos trabalhados que perdeu em decorrência de críticas feitas à Operação Lava Jato e ao atual presidente da República. Ele foi alvo de vazamento de conversa telefônica com Andrea Neves, irmã do senador Aécio Neves (PSDB-MG), em maio de 2017. Na ocasião, conforme registrado por este Portal Comunique-se, o jornalista deixou o site da revista Veja, onde por 11 anos manteve um blog, e também saiu da Jovem Pan, rádio em que atuava como âncora do programa ‘Os Pingos nos Is’.

Atualmente, Reinaldo Azevedo é, como já registrado, apresentador da BandNews FM. Além disso, trabalha como colunista do jornal Folha de S. Paulo (artigos publicados às sextas-feiras) e blogueiro do UOL (textos diários; foi para o portal após deixar de trabalhar como comentarista do ‘RedeTV News’ e colaborador do site da emissora).

Relação com empresários da mídia

Além de se colocar como defensor da liberdade de imprensa e se assumir como ouvinte de Reinaldo Azevedo, Lula afirmou ter mantido boa relação com empresários de ao menos cinco grandes grupos de comunicação durante os oito anos em que foi presidente da República. Garantiu ter mantido conversas positivas com:

  1. Os irmãos da família Marinho, responsáveis pelo Grupo Globo;
  2. Bispo Edir Macedo, controlador da Record TV;
  3. Johnny Saad, do Grupo Bandeirantes de Comunicação;
  4. Família Frias, da Folha de S. Paulo e do UOL;
  5. E com os responsáveis pela gestão do Estadão.

Audiência e repercussão nas redes

A entrevista de Lula à BandNews FM agitou a internet. No Twitter, os nomes do ex-presidente e do jornalista chegaram à lista dos assuntos mais comentados no Brasil — com direito a memes. No YouTube, a edição especial de ‘O É da Coisa’ bateu recorde de audiência. A transmissão feita pelo canal da emissora hard news na plataforma de vídeos do Google conta, até o início da tarde deste sábado, 2, com mais de 1,5 milhão de visualizações.

Lula X Bolsonaro no YouTube

A entrevista concedida por Lula à BandNews FM ocorreu na noite de quinta-feira, faixa em que o atual mandatário do país, Jair Bolsonaro, protagoniza suas lives semanais. Dessa vez, não foi diferente. Bolsonaro realizou transmissão online por meio de seu canal no YouTube. Na audiência, ficou atrás do petista. O vídeo atual de Bolsonaro registra, até o momento, 183 mil visualizações.

SOBRE O AUTOR

avatar

Anderson Scardoelli

Jornalista, 31 anos. Natural de São Caetano do Sul (SP) e criado em Sapopemba, distrito da zona lesta da capital paulista. Formado em jornalismo pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e com especialização em jornalismo digital pela ESPM. Trabalhou de forma ininterrupta no Grupo Comunique-se durante 11 anos, período em que foi de estagiário de pesquisa a editor sênior. Em maio de 2020, deixou a empresa para ser repórter do site da Revista Oeste. Após dez meses fora, voltou ao Comunique-se como editor-chefe, cargo que ocupa atualmente.

COMENTAR

COMENTAR