Portal Comunique-se

Afiliada da Rede Globo demite seis jornalistas de uma só vez

Sindicato reclama de postura adotada por emissora de televisão

Demissões ocorrem em bases do canal RPC em duas cidades do interior do Paraná

Responsável pela afiliada da Rede Globo de Televisão, o Grupo Paranaense de Comunicação (GRPCOM) demitiu jornalistas de sua própria emissora, a RPC, na segunda-feira, 17. De acordo com o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (Sindijor PR), ao menos seis profissionais do canal foram dispensados de uma única vez.

Leia mais:

Segundo o Sindijor PR, duas bases da RPC no interior do Paraná foram afetadas com as demissões. Na cidade de Ponta Grossa, foram dispensados uma apresentadora, uma pauteira e um repórter cinematográfico. Em Cascavel, outros três cortes: dois repórteres e um cinegrafista também acabaram perdendo seus respectivos empregos.

“Um dos momentos mais difíceis da história recente da humanidade”

Ao abordar o assunto em seu site oficial, a direção do sindicato local colocou-se à disposição dos profissionais demitidos. “O Sindijor PR se solidariza publicamente a todos os jornalistas que vem sendo demitidos pelo grupo e coloca sua estrutura à disposição dos trabalhadores, desligados de seus postos de trabalho em um dos momentos mais difíceis da história recente da humanidade, especialmente no caso brasileiro”, pontuou a equipe de comunicação da entidade.

Sobrecarga de trabalho na RPC

Além de se solidarizar com os jornalistas demitidos da RPC, o Sindijor PR registrou apoio àqueles que seguem como contratados pela afiliada da Rede Globo de Televisão no Paraná. Na visão da entidade, a mais recente onda de demissões pelos lados do GRPCOM resultará em acúmulo de funções e sobrecarga de trabalho para os comunicadores que, por ora, seguirão como funcionários da RPC.

“Representa fechamento de postos de trabalho e acúmulo de funções”

“Não se pode ignorar os efeitos da política dos empregadores no sentido de colocar o lucro à frente da vida e também, da qualidade de informação prestada aos cidadãos”, acusa a entidade. “Cada um dos desligamentos representa fechamento de postos de trabalho e acúmulo de funções para os trabalhadores que ficam nas empresas”, finaliza a direção do sindicato.

Até o momento, a direção do GRPCOM não se manifestou a respeito das demissões nas unidades da RPC TV em Ponta Grossa e Cascavel.

Compartilhe
0
0

Anderson Scardoelli

Jornalista, 31 anos. Natural de São Caetano do Sul (SP) e criado em Sapopemba, distrito da zona lesta da capital paulista. Formado em jornalismo pela Universidade Nove de Julho (Uninove) e com especialização em jornalismo digital pela ESPM. Trabalhou de forma ininterrupta no Grupo Comunique-se durante 11 anos, período em que foi de estagiário de pesquisa a editor sênior. Em maio de 2020, deixou a empresa para ser repórter do site da Revista Oeste. Após dez meses fora, voltou ao Comunique-se como editor-chefe, cargo que ocupa atualmente.

Papo de Redação

Prêmio Comunique-se

Patrocinadores Ouro

Patrocinadores Ouro



Patrocinadores Prata

Patrocinadores Prata



Patrocinadores Bronze

Patrocinadores Prata