CARREIRA

Fundação internacional financia veículos independentes

mdif - financiamento
(Imagem: reprodução)

Iniciativa é da Media Development Investment Fund (MDIF). Veículos independentes de mídia podem solicitar financiamento

Veículos independentes de mídia podem se candidatar ao financiamento oferecido pela Media Development Investment Fund (MDIF) para viabilizar seus negócios. Desde 1996, o fundo já arrecadou mais de U$171 milhões para 114 projetos de 39 países.

Para se inscrever, é necessário que o veículo tenha desenvolvido uma cobertura independente – sem nenhuma ligação com organizações governamentais ou políticas -, oferecendo informações que contribuam para o debate público. Há uma lista de países que podem pleitear o financiamento, formada por nações com um histórico de opressão, concentração de meios de comunicação, em transição democrática ou que sofrem com falta de informação. O Brasil está na lista: interessados podem se inscrever por meio do formulário.

O MDIF também oferece financiamento para projetos novos e digitais, incluindo startups que possam contribuir para a veiculação de informações de interesse público.

mdif - veiculos independentes - financiamento
(Imagem: divulgação)

O processo de inscrição está dividido em três partes. Primeiro os projetos inscritos serão avaliados de acordo com os critérios de elegibilidade para o financiamento. Em seguida, os aprovados deverão apresentar um plano de negócios detalhado, com uma descrição do projeto e uma análise financeira da condição atual do veículo e tendências para o futuro.

Os selecionados após a segunda fase deverão apresentar o projeto ao Comitê de Decisões de Investimento, que avaliará a viabilidade e decidirá se o veículo será aprovado ou não quanto ao financiamento.

Serviço

O quê?
Media Development Investment Fund (MDIF)

Como participar?
Inscrições disponíveis por meio de formulário online

Leia mais – ‘Carreira’:

***** ***** ***** ***** ****

Por Natália Silva.

SOBRE O AUTOR

Abraji

Abraji

Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo. Criada em 2002 por um grupo de jornalistas brasileiros interessados em trocar experiências, informações e dicas sobre reportagem, principalmente sobre reportagens investigativas. É mantida pelos próprios jornalistas e não tem fins lucrativos.

1 COMENTÁRIO

COMENTAR